Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Pintura de Jean Baptiste Pillement em exposição no Paço dos Duques
Festival ‘Noites Brancas’ foi um sucesso em S. Victor

Pintura de Jean Baptiste Pillement em exposição no Paço dos Duques

Criminalidade violenta desceu no distrito de Viana do Castelo

Vale do Ave

2018-07-11 às 21h13

Redacção

Guimarães acolhe obra de arte ao abrigo de um protocolo da cedência assinado entre a Direção Regional de Cultura do Norte e o Novo Banco.

O Paços dos Duques de Bragança, em Guimarães, é considerado “um dos museus mais visitados no país” e a partir desta quarta-feira, 11 de julho, há mais um motivo para atrair os visitantes, em especial os apreciadores de arte e cultura. Um óleo sobre tela intitulado “Paisagem com camponeses e rebanho”, da autoria de Jean Baptiste Nicolas Pillement, passa a integrar o percurso expositivo do Paço dos Duques, fruto de um protocolo de cedência assinado entre a Direção Regional de Cultura do Norte e o Novo Banco.

O compromisso entre o Estado e o Novo Banco prevê realizar parcerias com entidades públicas e privadas, como museus e universidades, de âmbito nacional e regional. Entre essas iniciativas está a concretização de um programa de depósito descentralizado da coleção de pintura do Novo Banco, colocando à fruição pública 97 obras de relevante valor artístico, em vários museus espalhados pelo território nacional.

“Esta ideia de partilha é fundamental, principalmente nesta ligação entre a arte e cultura. Guimarães afirma-se como um destino de excelência pelo seu património, mas está a afirmar-se, nestes últimos anos, pela qualidade da sua programação cultural e também de arte. É com satisfação que a Câmara Municipal regista a opção do Paço dos Duques para a exposição desta fantástica obra”, apontou a vice-presidente da Autarquia, Adelina Pinto.

O diretor Regional de Cultura do Norte, António Ponte, destacou o “importante momento” pela concretização de “um trabalho em rede, de partilha e rentabilização de recursos” face à celebração do protocolo.

O CEO do Novo Banco, António Ramalho, aponta um “objetivo estratégico” no sentido de “devolver à sociedade um pouco daquilo que podemos devolver” numa alusão à ação do Novo Banco Cultura em disponibilizar ao público o seu património artístico e cultural, através de parcerias com Museus e outras entidades culturais.

A pintura de Jean Baptiste Nicolas Pillement(1728-1808) está em destaque no Paço dos Duques em Guimarães, onde integrará posteriormente o percurso expositivo. “Paisagista de grande sensibilidade no modo global como olha para a natureza, Pillement enquadra-se no discurso estético do iluminismo, centrado no interesse pela relação entre o Homem e a Natureza”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.