Correio do Minho

Braga, terça-feira

Pianistas nacionais e estrangeiros mostram capacidades em Braga
Viana do Castelo eleita Cidade Atlântica do Ano 2018

Pianistas nacionais e estrangeiros mostram capacidades em Braga

Maria da Fonte perde pela margem mínima na deslocação ao terreno do CC Taipas

Braga

2017-10-12 às 14h39

Miguel Viana

Cerca de 100 pianistas concentram-se em Braga, entre sexta-feira e domingo, para participarem no III Encontro Nacional EPTA- Portugal. O evento é organizado pela EPTA (Associação Europeia de Professores de Piano) e decorre no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, sob o lema ‘Do Piano ao Pianista’. O evento tem como principal finalidade promover a formação de pianistas com recurso aos grandes nomes internacionais.

Cerca de 100 pianistas concentram-se em Braga, entre sexta-feira e domingo, para participarem no III Encontro Nacional EPTA- Portugal.
O evento é organizado pela EPTA (Associação Europeia de Professores de Piano) e decorre no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, sob o lema ‘Do Piano ao Pianista’.
O evento tem como principal finalidade promover a formação de pianistas com recurso aos grandes nomes internacionais.

“As matérias sobre que versa o encontro são específicas do piano, mas não só. Acabam por ser transversais às problemáticas dos outros instrumentos. São coisas que se podem extrapolar para a performance e para as práticas dos outros instrumentos. Nesse sentido, pode envolver toda a comunidade educativa”, considerou Ana Paula Moreira, presidente do Conselho Geral do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga
Outra das finalidades é “questionar as práticas, em termos da prática pedagógica, e também da prática performativa”, esclareceu Ana Paula Moreira.

Luís Pipa, presidente da EPTA Portugal, destacou que um dos pontos altos do encontro é o concerto de Gala, marcado para sábado à noite, no auditório Vita. “É uma oportunidade de juntar no mesmo palco vários pianistas e uma variedade de repertórios e estilos musicais diferentes”, explicou Luís Pipa.
Em destaque vão estar temas de Lizst, Chopin e Mozart.

Em representação do município de Braga, a vereadora da Cultura, Lídia Dias, frisou que o encontro é composto por um programa “de uma enorme riqueza”, que “proporcionará momentos únicos. É uma forma de dizermos a Braga que estamos juntos e solidários. Queremos apoiar estas inciativas que têm este cariz cultural e de formação. O programa é de enorme riqueza. É uma oportunidade de poder ouvir pianistas internacionais”, referiu Lídia Dias.

Além dos concertos, o encontro é composto também por oficinas temáticas (‘workshops’), palestras, aulas abertas, mini-concertos.
O concerto de abertura está agendado para sexta-feira à noite (21.30 horas), no Auditório Adelina Caravana do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian. A entrada é grátis.
No sábado decorre o concerto de Gala no Auditório Vita, também pelas 21.30 horas. As en-tradas têm um custo de cinco euros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.