Correio do Minho

Braga, terça-feira

Peregrinas de Leste percorrem Caminho de Santiago
José Maria Costa pede reunião de urgência à Ministra do Mar

Peregrinas de Leste percorrem Caminho de Santiago

Famalicão lança a discussão sobre cidades educadoras

Braga

2018-09-22 às 16h43

Miguel Viana

Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros chamou a atenção de duas peregrinas da Ucrânia e da Polónia. Chegada deve acontecer dentro de dias.

Lana Mars, de 29 anos, da Ucrania, e outra cidadã de Cracóvia (Polónia), cujo nome não foi indicado, são as duas peregrinas de países de Leste, que estão a percorrer o Caminho Jacobeu, entre Braga e Santiago de Compostela.
A uncraniana Lana Mars começou a percorrer o Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros (ou do Minhoto Ribeiro) esta semana e pretende chegar a Santiago de Compostela em 10 dias.
A peregrina da Polónia, iniciou o trajecto no passado dia 11, em Campo do Gerês, com auxílio de um carrinho adaptado.

Um dos objectivos de Lana Mars, especialista em marketing digital e empreendedora, é continuar a escrever o livro que começou aquando dos seu primeiro caminho, no inverno do ano passado, altura em que percorreu, em 50 dias, a distância de 860 quilómetros entre Lisboa e Finisterra. “Quero concentrar-me no meu livro. Quero escrever diariamente para guardar todos os aspectos do caminho. O meu sonho é publicar o livro também em português”, refere a peregrina da Ucrânia, que decidiu fazer o traçado da Geira Romana e dos Arrieiros depois do “proprietário da pousada” onde dormiu, em Braga, lho ter descrito como “surpreendente e misterioso”.

A peregrina polaca, historiadora de arte e arquitecta, que se dedica ao património, chegou esta terça-feira, 18, a Feas (Ourense, na Galiza). Já fez quatro itinerários de Santiago desde 2007 e sentiu-se atraída pelo Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros porque não “tem o ambiente de competição” de outros percursos jacobeus e “é muito rico em beleza natural e patrimonial. Como sou historiadora, encanta-me o património rural, interessam-me os problemas das povoações (às vezes despovoadas) e os monumentos em geral. O património vivo interessa-me muito, bem como, por exemplo, as tradições orais e lendas”, afirma a peregrina, destacando que, “claro”, também lhe “interessa a reanimação” deste caminho entre Braga e Santiago de Compostela.
O Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros foi apresentado, em Abril do ano passado em Braga, pela Associação Jacobeia do caminho Minhoto Ribeiro, tendo sido já percorrido por 100 pessoas.
O projecto conta com a colaboração da Associação Codeseda Viva e pretende obter a homologação do caminho até ao Ano Santo Jacobeu de 2021.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.