Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Penalização atira José Correia para o terceiro lugar
Projecto de proximidade dá acesso à cultura e capacita públicos

Penalização atira José Correia para o terceiro lugar

Refeições e outros apoios sociais estão a ser delineados pelos Agrupamentos de Escolas

Penalização atira José Correia para o terceiro lugar

Desporto

2020-12-03 às 12h25

Redacção Redacção

Piloto de Braga alega “decisão algo estranha” dos comissários e sustenta que penalização se deve a erro de outro piloto.

José Correia e JC Group Racing Team estiveram em posição de lutar pelos primeiros lugares na penúltima prova do Open de Portugal de Velocidade by Michelin, no passado fim-de-semana, no Autódromo Internacional do Algarve. Penalização de 30 segundos na derradeira corrida impediu piloto bracarense de ir além do 3.º lugar. Depois de se ter sagrado campeão nacional de Montanha, com a vitória na última Rampa da Arrábida, José Correia rumou ao Autódromo Internacional do Algarve para a penúltima ronda do Open de Portugal de Velocidade.
O piloto de Braga, que no passado já tinha levado o Nissan GT-R GT3 ao triunfo no Algarve, teve um fim-de-semana difícil, marcado por uma penalização muito discutível na terceira e última corrida, que o levou a terminar no 3.º lugar da geral absoluta e no 2.º posto entre os GT em pista.  “Com a chuva tivemos de encontrar um set-up adequado para o nosso Nissan e na Corrida 1 estava muito difícil segurar o carro em pista”, afirmou José Correia, sobre a corrida inaugural, que terminou no 5.º lugar da geral, 4.º entre os GT. 
“Na segunda corrida ligámos as barras estabilizadoras e o carro ficou bastante melhor. Na Corrida 3 passámos para o comando da corrida, mas depois da paragem nas boxes saímos para a pista no 2.º lugar e o piloto que ia à minha frente começou a tapar todas as trajectórias, até cometer um erro e alargar. Quando regressou à trajectória, deu-me um toque mas no final os comissários penalizaram-me a mim em 30 segundos, o que me fez baixar ao 3.º lugar. Penso que foi uma decisão algo estranha, até injusta, mas as corridas às vezes são assim”, referiu José Correia, que vai agora tentar terminar a época com uma vitória no Circuito do Estoril, nos dias 12 e 13 de Dezembro.  

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho