Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Paredes de Coura cria incubadora de negócios ‘vegan’ e biológicos
Todos à espera do Bolo-Rei de Frutos Secos da Pastelaria Maximinense

Paredes de Coura cria incubadora de negócios ‘vegan’ e biológicos

Famalicão apresentou o que de melhor faz pela literacia a especialistas europeus

Alto Minho

2018-09-23 às 06h00

José Paulo Silva

Oficina para apoio a empreendedores com ideias de negócio baseadas em produtos autóctones, sustentáveis e ‘vegan’ arranca este ano. Projecto lançado em congresso internacional.

A Câmara Municipal de Paredes de Coura vai criar uma Incubadora Bio para apoiar a instalação no concelho de projectos inovadores na área da alimentação vegetariana. O anúncio foi feito pelo presidente da autarquia, Vítor Paulo Pereira, na abertura do 4.º Congresso Internacional Parades de Coura Vegetariana, que decorre, até meio da tarde de hoje, no Centro Cultural local.
“O mercado da alimentação vegetariana cresceu 500% nos últimos 10 anos”, sustentou o autarca, adiantando aos participantes no congresso que “Paredes de Coura quer estar na dianteira” do movimento global por uma alimentação mais sustentável.

O exemplo do courense Laurentino Dias, cuja empresa tem vindo a afirmar-se no mercado com produtos como as alheiras e hamburgueres vegetarianos, suscita o interesse de outros empreendedores em explorar a produção e comercialização de produtos biológicos a partir deste concelho do Alto Minho, pelo que a Câmarea Municipal, com a assessoria técnica de Nuno Brito, docente da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima e ex-secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, avança agora com a In cubadora Bio, estrutura de apoio que Vítor Paulo Pereira apresenta também como Oficina de Negócios para facilitar a vida aos empreendedores desde a legalização das novas explorações à comercialização dos produtos.

Nuno Brito realçou, no arranque dos trabalhos do Congresso Internacional Parades de Coura Vegetariana as vantagens que o concelho oferece a potenciais investidores com a disponibilidade de “terrenos originais para boas práticas agrícolas”. Usando uma linguagem mais local, o presidente da Câmara Municipal aponta a oferta de “terrenos em velho” para potenciais interessados na produção em modo biológico. “Há proprietários de terrenos abandonados que nem sequer cobram renda a quem os quiser voltar a cultivar”, declarou o edil ao Correio do Minho.

Um “ecossistema favorável” para o desenvolvimento de uma economia sustentada no crescimento do mercado da alimentação vegetariana e biológica é propósito do Município de Paredes de Coura com a a organização, em conjunto com a Associação Quinta das Águas, do Con- gresso Internacional Paredes de Coura Vegetariana e, agora, com a Incubadora Bio, projecto que reforça o movimento ‘Couraveg’.
Com esta aposta, a Câmara Municipal do Alto Minho “não quer hostilizar ninguém”, garante o seu presidente, considerando que o movimento vegetariano que cresce em termos globais não deve ser encarado “como uma revolta bacoca contra a tradição”, antes o dar expressão a uma minoria que “amanhã será uma grande maioria”.

Nuno Brito explicitou que a Incubadora Bio, que deverá ser uma realidade até ao final do ano, visa acompanhar novos projectos de empreendedores que “queiram chegar ao consumidor com produtos verdadeiramente sustentáveis e biológicos”. Algo que está já a ser feito por Laurentino Dias, um produtor de enchidos tradicionais que ganhou a aposta com a venda de alheiras e hamburgueres vegetarianos e que se prepara para avançar com uma nova unidade de alheiras biológicas.

No primeiro dia do Congresso Internacional Paredes de Coura Vegetariana, Laurentino Dias alertou que o empreendedorismo nesta área exige, antes de mais, amor por aquilo que se faz e paciência para esperar pela rentabilidade do negócio, que nunca é imediata.
Maria Pinto Teixeira, da organização do Congresso, animou potenciais candidatos à Incubadora Bio com a realidade da empresa de enchidos de Laurentino Dias já com metade da facturação assegurada pelos produtos vegetarianos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.