Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Orfeão de Merelim dá concerto à capela no Museu dos Biscainhos
Festa da História tem Caminhos de Santiago como referência

Orfeão de Merelim dá concerto à capela no Museu dos Biscainhos

Bilharistas vianenses Henrique Correia e Vânia Franco recebidos na Câmara Municipal depois de se sagrarem campeões europeus

Orfeão de Merelim dá concerto à capela no Museu dos Biscainhos

Braga

2019-05-15 às 09h10

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

O grupo apresenta-se no Museu dos Biscainhos na noite da próxima sexta-feira para brindar os bracarenses e visitantes com um espectáculo musical à capela para celebrar a Noite dos Museus.

O Museu dos Biscainhos serve de palco para mais um concerto à capela do Orfeão de Merelim na noite da próxima sexta-feira, a partir das 21.30 horas, no salão nobre. O espectáculo visa dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelo orfeão e simultaneamente dar corpo à celebração do Dia Internacional dos Museus e Noite dos Museus.

Constituído só a vozes masculinas, o Orfeão de Merelim apresenta-se com o seu melhor reportório neste espectáculo musical com que vai brindar a cidade de Braga, incluindo temas que atravessam a cultura mais popular como a ‘Balada de Outono’ de José Afonso ou o ‘São horas de embalar as troixas’ de Fernando Lopes-Graça a temas eruditos de música sacra como ‘Panis Angelicus’ de A. Renzi ou ‘Jesu Rex Admibabilis’ de Giovanni Pietraloysio da Palestrina ou ‘Unione Fraterna’ de G. Meyerbeer até ao divertido tema ‘Vinho Verde’ de Udo Jurgens/Paulo Alexandre.
“O nosso objectivo é mostrar toda a nossa panóplia musical, que percorre vários estilos musicais e que nos permite actuar nos mais variados géneros de eventos, seja na Sé Catedral, seja nas Festas de S. João”, indicou Paulo Morais, o director artístico do Orfeão de Merelim.

O espectáculo do Orfeão de Braga no Museu dos Biscainhos convida também a uma incursão pelos seus espaços numa viagem pelo património barroco que Braga ostenta em vários edifícios e monumentos.
“Para nós, este espectáculo no Museu dos Biscainhos, na Noite dos Museus, serve também de aproximação do nosso projecto a estes espaços culturais, onde pretendemos mostrar cada vez mais o nosso repertório, que serve também de preservação de temas quer de música sacra, quer de música profana, que nós fazemos questão de recuperar e perpetuar enquanto património musical que é nosso também”, sublinhou o responsável, convidando todos os bracarenses e visitantes a assistir a um espectáculo que promete ser “memo- rável”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.