Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Oitocentos utentes de várias instituições deram vida ao ‘Carnaval Sénior’ de Famalicão
‘Quietinho em casa’ já regista 53 comerciantes bracarenses

Oitocentos utentes de várias instituições deram vida ao ‘Carnaval Sénior’ de Famalicão

Tiago Sá queria ser avançado...Paulinho sonha com selecção

Oitocentos utentes de várias instituições deram vida ao ‘Carnaval Sénior’ de Famalicão

Vale do Ave

2020-02-25 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Evento contou com a presença de utentes de várias instituições de solidariedade social do concelho. Presidente da Câmara, Paulo Cunha, destacou a “participação activa” dos seniores do concelho na festa.

Cerca de 800 utentes, de várias instituições particulares de solidariedade social do concelho deram vida, ontem à tarde, ao Carnaval Sénior, que decorreu no Pavilhão Municipal.
O evento foi organizado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através do pelouro da Acção Social, e teve como finalidade promover o convívio entre várias gerações.
“É bom perceber que as várias faixas etárias estão muito focadas naquilo que é o Carnaval de Famalicão, na expontaneidade, na irreverência, na folia, na alegria, e é bom ver os nossos seniores tão disponíveis para brincar ao Carnaval. Quando olhamos para estas pessoas, ninguém adivinha as suas idades”, afirmou Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal de Famalicão.

O autarca famalicense lembrou a importância do trabalho das associações e do próprio município na organização da actividade. “Esse é um trabalho muito relevante. Resulta de uma interacção das instituições sociais e quero deixar uma palavra aos colaboradores do município, que todos os dias trabalham no apoio aos seniores”, considerou Paulo Cunha.
Dirigindo-se aos presentes, o autarca famalicense, destacou que o desfile foi “um momento alto” do Carnaval famalicense (os outros foram a noite de ontem para hoje passada na rua e o Carnaval das Escolas na sexta-feira), e deixou uma “palavra de apreço pela forma como estais activos”.

Bruno Gomes, coordenador do programa ‘Mais e Melhores Anos’ da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, explicou que muitos dos participantes são integram também o programa, destinado a promover a qualidade de vida entre os seniores.
“O Carnaval Sénior é muito importante para que eles possam socializar. Todos eles participam nas nossas aulas de actividade física”, referiu Bruno Gomes.

No que se refere às IPSS, também foi evidente a satisfação por poderem integrar a actividade.
“Esta festa significa tirar os idosos do aconchego e proporciona um momentos diferente. Eles vivem este momento com uma alegria enorme”, disse Cláudia Pereira, animadora do Centro Social de Landim.
A directora técnica do Lar de Idosos, do Centro Social de Calendário, Andreia Santos, defendeu que a participação na festa de Carnaval começou a ser preparada “logo a seguir ao Natal. O convívio é muito importante e aproveitamos para estar mais juntos.” Os temas foram escolhidos pelos participantes, sendo que a poluição dos oceanos, as brigadas verdes ou as cartas de amor foram alguns dos assuntos abordados.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho