Correio do Minho

Braga,

- +
Obras nas praias fluviais do Cavadinho e Navarra arrancam durante este mês
Terras de Bouro: Instalação de sistema de filtragem na estação elevatória da Cachoeira

Obras nas praias fluviais do Cavadinho e Navarra arrancam durante este mês

Sector do Turismo sairá reforçado da pandemia

Obras nas praias fluviais do Cavadinho e Navarra arrancam durante este mês

Braga

2021-05-10 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Intervenções, cujo prazo de execução é de 10 meses, dotarão as duas praias de infraestruturas de apoio aos banhistas que permitirão a sua classificação como zona de banhos.

Vão finalmente arrancar este mês as obras nas praias fluviais do Cavadinho (Crespos) e de Navarra, intervenções que vão dotar estas duas praias de infraestruturas de apoio aos banhistas, permitindo a sua classificação como zonas próprias para banhos e a sua integração na Rede de Praias Fluviais do concelho.
Reconhecidas pela qualidade das suas águas, estas zonas fluviais não estão reconhecidas pelas entidades oficiais como zona de banhos por não disporem das estruturas homologadas para tal, nem possuírem vigilância como acontece com outras zonas balneares do concelho, como Adaúfe ou Merelim S. Paio.

Ao Correio do Minho, o presidente da União de Freguesias de Crespos e Pousada diz que a intervenção no Cavadinho é uma aspiração de muitos anos, tendo sido incluída já em vários programas eleitorais.
A obra, a cargo da Câmara Municipal de Braga e orçada em cerca de 450 mil euros, já foi adjudicada, devendo arrancar ainda no decurso deste mês.
O prazo de execução é de 10 meses e, por isso, segundo o autarca, “este ano a praia não estará pronta para ser frequentada com as condições que se pretendem. Será um local em obras”, refere José Correia, adiantando que esta é uma praia muito frequentada, registando uma afluência “brutal”, apesar do espaço não comportar as condições desejadas.

A intervenção pretende, sobretudo, criar infraestruturas de apoio, nomeadamente um bar, casas de banho, posto de socorro, além de espaços de lazer e áreas destinadas às crianças.
A intervenção integra ainda os acessos à praia, tendo a junta local já arrancado com a empreitada da Rua de Cortinhas. “Fica-nos a faltar um troço que está ainda em processo de negociação com um proprietário”, diz José Correia. As obras para criação de acessos são da competência da junta de Pousada e Crespos que prevê investir também cerca de 400 mil euros. “Contas redondas estamos a falar de perto de um milhão de euros de investimento nesta praia”, acrescenta.
O autarca sublinha que o objectivo é somente criar melhores condições para o usufruto do espaço, deixando intacta toda a envolvendo paisagística que caracteriza o lugar.

Vincada por uma paisagem natural idílica, os visitantes da Praia Fluvial do Cavadinho podem ainda visitar um núcleo de azenhas situadas a 50 metros do local. “É um atractivo que extravasa a questão da praia fluvial”, diz ainda José Correia.
Durante vários anos a junta local tentou dotar a praia de condições mínimas de comodidade, criando um pequeno parque de estacionamento e colocando casas de banho amovíveis no período balnear, embora a praia não tenha vigilância.

Com esta intervenção e a inclusão da praia na Rede de Praias Fluviais, a freguesia de Crespos - e também o concelho de Braga - ganhará uma nova centralidade. “Não temos a mínima dúvida. Sempre foi o grande objectivo estrutural para esta união de freguesias a requalificação do?Cavadinho. O que temos realmente de bom é a natureza e aquilo que o rio nos dá. O investimento e a força que colocamos nesta obra é muita. Tenho a convicção que vai revolucionar a freguesia e atrair muita gente. Não é por acaso que notamos hoje uma procura ‘medonha’ de terrenos e de casas quer em Crespos, quer em Pousada. Estou certo que será um foco de desenvolvimento”, continua o presidente da junta.
O projecto de intervenção da Praia Fluvial de Navarra será executado pela mesma empresa que vai intervir em Cavadinho, sendo que o projecto de intervenção também será similar, confirmou ao Correio do Minho o vereador do Ambiente da câmara de Braga. “As obras já deveriam ter arrancado, mas por questões de burocracia ainda não foi possível”, assume Altino Bessa, garantindo que as duas praias ficarão dotadas com condições para serem classificadas como zonas de banhos.

Água do Cavadinho selada com ‘Qualidade Ouro’

Juntamente com Adaúfe, a Praia Fluvial do Cavadinho voltou, em 2020, a ser galardoada com o selo ‘Qualidade de Ouro’ pela Quercus devido à qualidade das suas águas, sendo considerada pela Associação Nacional de Conservação da Natureza como a praia com a melhor água do concelho.
“Ainda não sabemos a classificação para este ano, mas a montante do Cávado, não temos tido problemas. A água é de qualidade”, diz o autarca, ressalvando que pode haver, no entanto, alguns factores temporários que podem alterar os parâmetros de qualidade. “A Quercus é muito rigorosa nesse âmbito. Por isso é que este galardão é muito valioso”, remata José Correia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho