Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Obra de Mónica Mindelis enriquece Aliança Artesanal
Câmara de Monção investe 1,6 ME no Pólo de Vale de Mouro

Obra de Mónica Mindelis enriquece Aliança Artesanal

Empresa multinacional investe sete milhões de euros em Lanheses

Obra de Mónica Mindelis enriquece Aliança Artesanal

Cávado

2020-10-31 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

CRriação artística de Mónica Mindelis, inspirada nos Lenços dos Namorados, foi inaugurada ontem, integrando o projecto ‘Amar o Minho’.

Na Aliança Artesanal já está exposta a obra de arte de Mónica Mindelis, uma criação inspirada na temática do Lenço dos Namorados e produzida no âmbito da residência artística em Vila Verde do projecto ‘Amar o Minho’ promovido pelo consórcio Minho IN (constituído pelas Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Ave e Cávado) e com coordenação artística e de comunicação da zet gallery.
Durante 15 dias, Mónica Mindelis esteve na Aliança Artesanal onde criou a sua obra — ontem inaugurada — em contacto directo com bordadeiras.

Júlia Fernandes, vereadora da Cultura, destacou precisamente que, ao longo desta residência artística, as bordadeiras da Aliança Artesanal levaram a artista “numa viagem pelo mundo dos bordados, das tradições e daquilo que são os sentimentos e os afectos que estão nos Lenços dos Namorados”, que são “o maior ex-líbris do concelho”.
A vereadora da Cultura realçou ainda que esta residência artística integrou o programa da Bienal de Arte Jovem de Vila Verde, a decorrer até 27 de Novembro.

Já Helenas Mendes Pereira, directora da zet gallery e a curadora responsável pelas áreas da arte em espaço público, artesanato e fotografia do projecto ‘Amar o Minho’ elogiou a criação de Mónica Mindelis, realçando que o desafio nunca foi fazer um Lenço de Namorados mas trabalhar a partir dos Lenços dos Namorados com as artesãs locais. A artista “soube aliar o seu traço, a sua expressão na pintura, ao bordado”, referiu a curadora, realçando que “isto é uma forma sintomática de como podemos preservar as identidades, construir contemporâneo e fazer com que os territórios tenham esta hibridez que é mágica porque representa a diversidade de opiniões e a pluralidade”. Mónica Mindelis “respondeu perfeitamente ao desafio que lhe foi lançado”, reforçou.
Este projecto de residência artísticas é uma iniciativa de promoção da cultura, dos artistas e do turismo sob a marca ‘Amar o Minho’. O projecto envolve os 24 municípios representados pelas três CIM numa estratégia para reforçar a identidade cultural do Minho e dinamizar o território do ponto de vista artístico e turístico.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho