Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
“O 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado coloca Viana no centro do surf mundial”
Festa da História tem Caminhos de Santiago como referência

“O 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado coloca Viana no centro do surf mundial”

Adoptado por alguns, o rio que nasce e percorre a cidade tem que ser de todos

“O 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado coloca Viana no centro do surf mundial”

Desporto

2019-05-21 às 13h15

Redacção Redacção

Cerimónia de abertura do EuroSurf Adaptive enche a “Princesa do Lima” de cor e de esperança

“É um orgulho enorme para Portugal receber um evento com esta envergadura social e desportiva. Este campeonato é fulcral para que o desporto seja para todos. O EuroSurf Adpative celebra o cidadão de corpo inteiro, a inclusão”, referiu Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, ontem, na Porta Mexia Galvão, em Viana do Castelo, na cerimónia oficial de abertura do campeonato.
Para este governante, “o 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado coloca Viana no centro do surf mundial”. Tendo acrescentado, “este evento acontece em Viana do Castelo, porque existe aqui um clube como o Surf Clube de Viana (SCV), que é especial, que costuma marcar tendências, que é uma pedra basilar no desporto local e de Portugal; porque existe um grande treinador; e porque há a nossa Marta Paço. A Marta é especial. É uma lutadora. É uma campeã”.
Segundo Tiago Brandão Rodrigues, é mais fácil excluir que incluir e, em Viana do Castelo, tem-se vindo a fazer um trabalho de inclusão no desporto. “Agora, com este campeonato ainda podemos incluir com mais propriedade, tanto na escola como no desporto”. Considerando, por isso, que “este campeonato significa também uma grande responsabilidade na criação do desporto para todos”.
Para o Ministro da Educação, os atletas das várias nacionalidades que vão competir, ao longo desta semana, em ondas vianenses são “os nossos heróis, os nossos campeões”.
“Viana do Castelo é o melhor lugar para realizarmos este 1st European Adaptive Surfing Championship, pois tem excelentes infraestruturas”, afirmou Lisa Monteith, representante da Federação Europeia de Surf.
“Espero que, em resultado deste campeonato, os atletas e os técnicos nele participantes regressem aos seus países e consigam fazer com que o número de desportistas adaptados aumente e que ajudem decisivamente a desenvolver a modalidade”, acrescentou.
José Maria Costa, presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, dirigindo-se aos atletas e aos técnicos que compõem as várias seleções protagonistas deste campeonato, disse, “é com enorme prazer que vos recebemos numa cidade que quer ser amiga do desporto inclusivo e que tem vindo a prosseguir este objetivo. Trata-se de uma tarefa que nunca está completa, por isso, este primeiro campeonato, que organizamos graças ao SCV, vai ser também para nós uma experiência e um estímulo para fazermos mais e melhor. É uma enorme honra e orgulho podermos construir juntos uma sociedade mais justa e mais inclusiva.”
A atleta vianense Marta Paço, aproveitou para agradecer a todos os vianenses e outeirenses por terem vindo apoiar as várias seleções e por, em especial, a terem vindo apoiar.



Para João Zamith, presidente do SCV, “este 1º Campeonato Europeu de Surf adaptado é uma espécie de missão para a organização” e espera que “aqui se comece um novo ciclo para a modalidade e que este conduza à integração do surf adaptado nos Jogos Paralímpicos”.
Esta cerimónia de abertura oficial, que marcou o arranque do 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado, foi muito emotiva, cheia de cor, de simbolismo, de alegria, de música, de diversidade e inclusiva.
A competição arranca já amanhã pelas 8h30 na praia do Cabedelo, prolongando-se até ao próximo sábado, com o domingo por dia extra.
Amanhã inicia-se também o International Adaptive Surf Congress, no Centro de Alto Rendimento de Surf de Viana, pelas 16h00. A primeira temática em debate é Surf Performance & Paralympics e contará com os seguintes intervenientes: João Zamith, do SCV; Alex Reynolds, da International Surf Association (ISA); Jon Richards, especialista em surf adaptado de San Diego, Califórnia; a espanhola Sylvana Mestre, do International Paralympic Committee (IPC); e o Dr. José Luís Dória da International Blind Sports Federation (IBSA).
O 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado tem organização do SCV, em parceria com a Federação Europeia de Surf, a Federação Portuguesa de Surf, a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, o Instituto Português do Desporto e Juventude, o Comité Paralímpico de Portugal e a Câmara Municipal de Viana do Castelo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.