Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Nova fase de testes à Covid-19 para todos os funcionários dos lares de Guimarães
Não se ‘Abreu’ o marcador no confronto em belém

Nova fase de testes à Covid-19 para todos os funcionários dos lares de Guimarães

Braga com 261 novos casos na última semana

Nova fase de testes à Covid-19 para todos os funcionários dos lares de Guimarães

Vale do Ave

2020-10-17 às 21h21

Redacção Redacção

Combate à propagação do vírus numa estreita articulação entre Câmara Municipal, Segurança Social e Autoridades de Saúde.

Os funcionários e colaboradores dos lares de idosos do concelho de Guimarães estão a ser testados preventivamente na segunda fase do programa de testagem preventiva à COVID-19. O Centro Distrital da Segurança Social assegura a realização dos testes para todos as instituições com mais de 49 utentes e, em complemento, o Município de Guimarães assume a realização de testes aos funcionários nos restantes lares/instituições.

“A Câmara Municipal mantém uma posição de total disponibilidade para ajudar e complementar o apoio necessário com as entidades de saúde e da área social a fim de proteger a população considerada de maior risco ao contágio do vírus. Nesse sentido, estamos a fazer todos os esforços para continuar este trabalho de enorme cooperação que desenvolvemos ao longo dos últimos meses”, salientou o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

Desde o início desta pandemia que o Município de Guimarães está a dar resposta no combate à propagação do vírus, numa estreita articulação com as autoridades de Saúde, com a realização de milhares de testes à COVID-19, principalmente nos lares de idosos. No Multiusos de Guimarães foi criada uma primeira Unidade de Rastreio, com a realização de mais de uma centena de testes por dia, em parceria com a Unilabs e ARS-Norte. Foi ainda implementado uma segunda unidade de rastreio no antigo edifício da estação da CP, em parceria com o ACES do Alto Ave. A estas unidades, acresce a resposta do protocolo efetuado com a Escola de Medicina da Universidade do Minho e o Hospital Senhora da Oliveira a fim de assegurar a continuidade ao longo do tempo incerto da pandemia da realização dos testes necessários de modo a identificar e cortar as redes de contágio.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho