Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Nico Gaitán: “Hola, Guerreiros!”
Serviço Educativo Braga Media Arts: quando os artistas são formadores de novos artistas

Nico Gaitán: “Hola, Guerreiros!”

dstgroup promove clássicos da filosofia junto dos seus trabalhadores

Nico Gaitán: “Hola,  Guerreiros!”

Desporto

2020-08-12 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Pedreira vai poder vibrar com o tango do argentino de 32 anos, que assinou com o SC Braga por uma temporada, com outra de opção. A magia e criatividade de Gaitán estão de volta aos relvados portugueses. Impacto da chegada de Nico é visível, sobretudo, a nível do merchandising.

A espera [pela confirmação] acabou e o desejo de que a bola comece a rolar é grande entre os adeptos do SC Braga. Nico Gaitán, 32 anos, é o nome maior e mais mediático de uma armada que está a ser cirurgicamente remodelada tendo em vista a luta efectiva pelo tão almejado título nacional em ano de centenário.
Os corações arsenalistas batem a grande velocidade, tal é a vontade de ver confirmadas no relvado da Pedreira as excelentes credenciais que o mágico argentino evidenciou ao longo da carreira, essencialmente nos seis anos que passou em Portugal, ao serviço do Benfica.

Os 41 golos em mais de 200 jogos que efectuou pelos ‘encarnados’ ainda estão frescos numa memória que tem ainda espaço para guardar outras glórias, desta vez ao serviço dos Guerreiros do Minho.
O número de títulos conquistados (treze!) também atesta bem o nível do ‘craque’ que António Salvador conseguiu colocar à disposição de Carlos Carvalhal técnico que, há dias, dava conta do telefonema que havia feito ao argentino, confirmando a motivação que este apresentava por vir a representar os minhotos. São, então, três campeonatos nacionais, em Portugal, e outro na Argentina. Ainda em território luso, Gaitán pôde testemunhar a conquista de cinco Taças da Liga, uma Taça de Portugal e outra Supertaça Cândido de Oliveira. A nível internacional, Nico conta no currículo com uma Liga Europa e uma Recopa Sudamericana.

Para além das ‘águias’ e do Boca Juniors, clube onde foi formado, Nico Gaitán representou ainda os espanhóis do Atlético de Madrid, os chineses do Dalian Pro, os americanos do Chicago Fire e os franceses do Lille. Estas últimas quatro passagens, de resto, viram um Gaitán de menor fulgor, algo que o argentino quer agora corrigir, com esta nova etapa nos Guerreiros do Minho.
“O SC Braga sempre foi uma equipa que lutou sempre para ganhar. Ganhou uma taça [Taça da Liga] no último ano. É disso que necessito. Preciso de estar numa equipa que jogue sempre para ganhar. Umas vezes ganha-se, outras não, mas que a ideia seja sempre ganhar. É muito melhor para um jogador porque tem a ideia definida e isso torna tudo mais fácil”, referiu o argentino, que disse já começar a “sentir a adrenalina” de vestir a camisola.

“Vou fazer o meu trabalho, como fiz em todas as equipas que representei. O que posso prometer é que vou treinar, trabalhar, ajudar os meus companheiros e tentar que desfrutem do jogo da equipa”, concluiu.
Fonte do clube revelou também que o impacto da confirmação do argentino foi brutal, desde logo nas vendas das camisolas personalizadas, que esgotaram em apenas uma manhã nas lojas oficiais e em duas horas no online. Mesmo as camisolas sem personalização registaram um fluxo acima do normal. No que toca ao vídeo de apresentação, nota para o meio milhão de visualizações, com registo para interacções um pouco por todo o mundo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho