Correio do Minho

Braga,

- +
Negócio de família atrai muita clientela há mais de quatro décadas
“Colheita de 2020? Os apreciadores de vinho verde vão ser surpreendidos”

Negócio de família atrai muita clientela há mais de quatro décadas

Braga - Capital da Cultura do Eixo Atlântico retomada a 19 de Abril

Negócio de família atrai muita clientela há mais de quatro décadas

Economia

2021-02-19 às 10h14

Redacção Redacção

Venda de jogos sociais é o que leva mais clientes a procurarem a Tabacaria Amorim, no Largo do Penedos. Já foram entregues vários prémios nas raspadinhas, Lotaria e Euromilhões. O espaço disponibiliza também o serviço de ‘payshop’.

Está de portas abertas há mais de 40 anos, sendo que nas últimas duas décadas atende os clientes no número 46 da Praça Alexandre Herculano, mais conhecida como Largo dos Penedos. Trata-se da Tabacaria Amorim, um negócio de família que ja passou por várias fases.
“A tabacaria já tem 41 anos, faz este ano, e estamos há 20 anos no Largo dos Penedos. É um negócio de família que já passou por várias fases”, apontou João Silva, proprietário da Tabacaria Amorim.
Uma casa por onde passam todos os dias muitas pessoas devido à boa localização.

“Estamos numa zona muito movimentada que é uma das principais entradas e saídas da cidade. Aqui estamos muito bem servidos de transportes públicos e isso traz muita gente”, indicou João Silva. E nem a pandemia afastou a clientela. “Há uma redução de pessoas, mas há muita gente da classe trabalhadora que passa por aqui”, frisou João Silva.
Além de jornais e revistas, a tabacaria Amorim disponibiliza o serviço de ‘payshop’ (pagamento de facturas), tendo atingido a classificação de agente top em 2018 e 2019. O mesmo deve acontecer relativamente a 2020. “Tudo indica que seremos agente top 2020. Estamos a falar num reconhecimento de uma rede de mais de três mil agentes. Estarmos no top 50 é um reconhecimento enorme”, aponta João Silva.

Os jogos sociais, como a Lotaria, são outra das apostas da Tabacaria Amorim, que atribuiu um dos prémios mais altos há quatro anos. “Foi na Lotaria do Carnaval. Demos cinco fracções do primeiro prémio. Estamos a falar de 600 mil euros, a dividir por cinco pessoas”, realçou o proprietário. Também já foram vendidos um segundo prémio do Euromilhões, um primeiro prémio do Totoloto e Raspadinhas de 20 mil, 180 mil e 10 mil euros. A Raspadinha é o jogo com mais procura. “Já demos muitos prémios. Não temos espaço para pôr todos” na montra, referiu João Silva.
No que diz respeito aos jornais, o destaque vai para o ‘Correio do Minho’.

Os restantes jornais também têm muita procura. “Não havendo cafés abertos (devido à pandemia) as pessoas começam a levar os jornais para casa”, salientou João Silva. No tabaco, as pessoas procuram reforçar o stock de cada vez que vão à Tabacaria Amorim. Tudo isto contribui para a fidelização de clientes ao longo dos tempos. “Há clientes que já vêm aqui há muitos anos. Muitos já passaram da relação de fornecedor - cliente para uma relação de amizade”, destacou João Silva, proprietário da Tabacaria Amorim.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho