Correio do Minho

Braga, terça-feira

Namorar Portugal apresentou vestuário para homem, senhora e patudos!
Incêndio destruiu armazém de velas em Roriz

Namorar Portugal apresentou vestuário para homem, senhora e patudos!

Camiões aparcam junto à câmara de Amares em sinal de protesto

Economia

2018-02-01 às 17h11

Redacção

Hoje, 1 de fevereiro, o Espaço Namorar Portugal voltou a fervilhar de vida, com a apresentação de três novas linhas de produtos.

A onda de amor que por esta altura se propaga pelo país, e que tem epicentro em Vila Verde, continua a arrebatar corações com a ternura dos sentimentos e afetos dos motivos dos Lenços de Namorados. Uma força delicada e avassaladora. Subtil e contundente. Um fogo que arde sem se ver e que já alastrou aos nossos amigos de quatro patas, com a primeira linha canina da marca territorial vilaverdense. Hoje, 1 de fevereiro, o Espaço Namorar Portugal voltou a fervilhar de vida, com a apresentação de três novas linhas de produtos. A BordArte lançou propostas de túnicas para senhora e, surpreendentemente, uma encantadora coleção de vestuário e acessórios de moda para os nossos amigos de quatro patas. Logo de seguida, Rita Gonçalves apresentou a nova e elegante linha da Gatémia, com capas mais compridas que o habitual (capas de ¾) e também algumas propostas para o mercado dos casamentos (capa para noiva e menina das alianças). Por sua vez, a Tearte, de Fernando Rei, deu a conhecer uma linha arrojada de vestidos, gravatas e laços produzidos integralmente no tear manual.

Uma linha de vestuário para os amigos de quatro patas
Voluntários e patudos da Associação para a Defesa dos Animais e Ambiente de Vila Verde (ADAAVV), membros da APPACDM de Vila Verde e muito público em geral constituíram uma bela moldura humana, que ajudou a abrilhantar a sessão. Os três mini desfiles de moda, protagonizados por modelos de duas e de quatro patas, foram a cereja no topo do bolo. A criadora Vera Cancela surpreendeu o público ao apresentar uma linha inédita na marca, direcionada para os seus patudos. Sou uma mulher de paixões e uma delas são os patudinhos. Por isso, quis fazer também uma linha com roupinhas para eles, referiu, apresentando de seguida uma linha de vestuário para senhora em que predominam e se destacam as túnicas.

Todos os artigos são personalizáveis de acordo com os gostos dos(as) clientes, mas já existem algumas propostas com desenhos e versos à medida. Quem de mim cuidar, várias coisas lhe vou dar // Lambidelas com fartura e um companheiro para a aventura!, pode-se ler numa das peças de vestuário para cão. Carlos Dinis, presidente da ADAAVV, marcou presença na sessão enquanto representante dos modelos de quatro patas. Hoje trouxemos aqui alguns animais com diminuições físicas, algumas por acidente e outras por maus tratos. Uma forma simbólica para demonstrar que damos oportunidade à vida a todos. Não é por estarem limitados que vamos deixar de encontrar soluções para eles, frisou.

Gatémia apresentou capas ¾ e linha para casamentos
Logo de seguida, tempo para conhecermos as novidades que a Gatémia preparou para a edição de 2018 do Mês do Romance. Quatro anos depois de ter começado a Namorar Portugal, a marca bracarense mantém-se dedicada à relação e continua brindar-nos com novas e arrojadas propostas. Começámos com capas mais românticas, em veludo e com grandes laçarotes. Depois, evoluímos para uma linha de trespasse e, no ano passado, apresentámos a capa/colete, em que se pode retirar o topo e a capa se transforma num colete, afirmou Rita Gonçalves, apresentando com maior detalhe as Capas Linha Namorar Portugal 2018.

Habitualmente, as peças eram curtas. Este ano, decidimos fazer uma capa em ¾, porque tem havido muitos pedidos. Além do comprimento, acrescentámos também os alamares, que são botões bordados artesanalmente com fio de seda. Mantém os bordados inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados, referiu. Paralelamente, a responsável pela Gatémia apresentou também uma linha para casamento. As capas brancas começaram a ser muito solicitadas para os casamentos de inverno. Por isso, decidimos arrojar e criar capas para a noiva e a menina das alianças, disse Rita Gonçalves.

Vestidos, gravatas e laços na nova coleção Tearte
A terceira coleção do dia foi apresentada pela Tearte, uma marca que nasceu para ajudar a manter viva a chama da tradição. Fernando Pereira (mais conhecido por Fernando Rei), mestre de uma arte antiga, continua a apresentar propostas contemporâneas confecionadas integralmente no tear manual, que ganha encanto redobrado com os motivos dos Lenços de Namorados. A coleção deste ano é mais arrojada que as de anos anteriores. É uma linha de vestidos, gravatas e laços. Os vestidos são da coleção primavera/verão, em linho, seda e estopa. A gravatas e os laços são em seda e em linho, sublinhou Fernando rei, acrescentando que a maioria das peças da Tearte são únicas e irrepetíveis.

Não somos propriamente um pronto-a-vestir. Quase todos os vestidos são peças únicas, é este o conceito da Tearte. Peças de vestuário em tear manual, com seleção criteriosa de materiais e totalmente personalizáveis, desde o aspeto até ao tamanho, referiu Fernando Rei, antes de agradecer aos sobrinhos (presentes no local) e restante família pelo apoio que tem recebido.
A marca está bem e continua a crescer

Presente na sessão, o presidente do Município de Vila Verde congratulou os parceiros pelas excelentes criações que nos trouxeram, que traduzem a sua criatividade e o desafio lançado pela marca. Se já era possível vestir senhoras dos pés à cabeça com produtos Namorar Portugal, agora começa também a ser possível fazer o mesmo com os homens e até os cães, avançou bem-disposto o edil, acrescentando que não há melhor forma de valorizar os Lenços que as interpretações e recriações dos parceiros, nota-se que colocam um grande amor naquilo que fazem e isso honra muito o legado cultural que herdámos dos nossos antepassados.
António Vilela prosseguiu vincando que a marca Namorar Portugal sairá enriquecida no final da programação, com maior oferta e diversidade de produtos, o que deixa desde já antever um futuro auspicioso. Ficámos com a certeza de que a marca está bem e continua a crescer. Estamos extremamente satisfeitos por ouvir os parceiros dizerem que a marca contribui para alargar os seus negócios. Esta é a melhor avaliação do impacto externo da marca, disse o presidente do Município de Vila Verde, deixando ainda uma palavra de forte apreço para o trabalho extraordinário, desenvolvido de forma determinada e altruísta pelos voluntários da ADAAVV.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.