Correio do Minho

Braga,

- +
Municípios minhotos e galegos oferecem serviço ‘bike sharing’ no Vale do Minho
Barcelos celebra o Natal com diversas iniciativas

Municípios minhotos e galegos oferecem serviço ‘bike sharing’ no Vale do Minho

Município de Braga dá medalha de ouro ao IPCA

Municípios minhotos e galegos oferecem serviço ‘bike sharing’ no Vale do Minho

Alto Minho

2020-10-21 às 11h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

EUROCIDADES do Vale do Minho apostam na mobilidade sustentável. Serviço de partilha de 42 bicicletas eléctricas estará disponível na próxima Primavera. Autarcas minhotos e galegos acreditam que o projecto tem condições para se expandir.

A partir de Março de 2021, residentes e visitantes das três eurocidades do Vale do Minho vão dispôr de um serviço de partilha de bicicletas eléctricas (bike sharing), financiado por fundos comunitários no âmbito do programa ‘Smart Minho’. Ontem, em Vila Nova de Cerveira, o projecto-piloto de mobilidade suave foi apresentado como algo que promoverá a mobilidade e o turismo sustentáveis num território transfronteiriço que abrange também os municípios de Monção e Valença, do lado minhoto, e Tomiño, Tui e Salvaterra, do lado da Galiza.
Quarenta e duas bicicletas eléctricas serão disponibilizadas na Primavera do próximo ano para circulação entre aqueles seis núcleos urbanos, esperando os autarcas locais que a rede se expanda, numa segunda fase, com a oferta de mais veículos e de estações de parqueamento virtual, ou mesmo com a adesão de outros municípios.
Fernando Nogueira, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, acredita que o sistema de ‘bike sharing’ transfronteiriço, desenvolvido no âmbito do AECT Rio Minho, agrupamento de cooperação que agrega 10 municípios do distrito de Viana do Castelo e 16 galegos, “vai ser muito bem sucedido e vai permitir a expansão da rede de ecovias de um e de outro lado do rio”.
O edil sustenta que o projecto- -piloto de mobilidade suave “vai no sentido da promoção do desenvolvimento da região, do turismo e da mobilidade sustentáveis”, visão partilhada pelo galego Uxío Benitez, vice-director do AECT Rio Minho, segundo o qual o sistema de ‘bike sharing’ encaixa nas prioridades definidas para os fundos da União Europeia disponíveis nos próximos anos. O investimento de 90 mil euros para o arranque do sistema de ‘bike sharing’ transfronteiriço é assegurado, em partes iguais, pelo prograna Interreg V A (POCTEP) e pelas seis autarquias que formam as três eurocidades do Vale do Minho.
“Estamos a fazer história com um projecto pioneiro de mobilidade sustentável transfronteiriça”, declarou ainda o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, na sessão de apresentação do sistema de ‘bike sharing’, o qual terá como particularidade o bloqueio e desbloqueio dos veículos através de uma app ou da leitura electrónica do cartão de utilizador .
O projecto prevê a instalação, em cada um dos seis concelhos, de uma estação de parqueamento virtual, bem como o desenvolvimento de software de gestão do sistema.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho