Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Município investe 110 000 euros na manutenção dos passadiços da Zona Ribeirinha
Máquinas de desinfeção ecológica eficaz contra o coronavírus, foram entregues a todas as Escolas, Lares e Centros de Dia do concelho

Município investe 110 000 euros na manutenção dos passadiços da Zona Ribeirinha

AGERE e Braval assinam acordo histórico com principais estruturas sindicais da função pública

Município investe 110 000 euros na manutenção dos passadiços da Zona Ribeirinha

Cávado

2020-10-23 às 22h22

Redacção Redacção

Atendendo ao estado de degradação e desgaste do material destes circuitos, o Município decidiu traçar um plano global de intervenção de todos os passadiços que são, efetivamente, da sua responsabilidade, tanto na sede do concelho, como nas demais freguesias. Não se integram, portanto, neste plano os equipamentos afetos ao ICNF - Instituto de Conservação da Natureza e Florestas ou APA – Agência Portuguesa do Ambiente.

O Município de Esposende está a proceder à requalificação dos passadiços da Zona Ribeirinha de Esposende, num investimento de aproximadamente 110 000 euros. A intervenção passa pela substituição integral do piso das estruturas, garantindo a segurança e o asseio desejáveis a estes equipamentos.
Atendendo ao estado de degradação e desgaste do material destes circuitos, o Município decidiu traçar um plano global de intervenção de todos os passadiços que são, efetivamente, da sua responsabilidade, tanto na sede do concelho, como nas demais freguesias. Não se integram, portanto, neste plano os equipamentos afetos ao ICNF - Instituto de Conservação da Natureza e Florestas ou APA – Agência Portuguesa do Ambiente.
Em resultado dos estragos e anomalias que vão sendo registados, o Município tem concretizado reparações pontuais. Contudo, considerando o desgaste próprio deste tipo de equipamentos e de materiais, a Câmara Municipal entendeu proceder à substituição integral do piso, intervenção que está a ser executada por recursos humanos do Município. Os trabalhos prolongar-se-ão ao longo de um período previsível de dois a três meses, dependendo das condições climatéricas.
No âmbito deste plano, é intenção do Município concretizar também intervenção semelhante nos passadiços da frente marítima de Apúlia, local muito apreciado para atividades de lazer/recreio e desportivas, tal como a Zona Ribeirinha de Esposende.
O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, refere que “está em causa a manutenção e segurança destas estruturas, bem como a imagem do Município e do concelho”, notando que “estas intervenções configuram um esforço financeiro e um importante investimento do Município”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho