Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Município de Famalicão quer alargar testagem Covid-19 à malha industrial
Viana do Castelo apoia criação de Centro de Interpretação de S. Bartolomeu dos Mártires

Município de Famalicão quer alargar testagem Covid-19 à malha industrial

Experiência, juventude e conhecimento são a aposta da TractorMinho Lda

Município de Famalicão quer alargar testagem Covid-19 à malha industrial

Vale do Ave

2021-04-19 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Aumento da incidência da Covid-19 no concelho de Famalicão leva presidente a alertar população e a reivindicar reforço da testagem, sobretudo nos locais de trabalho.

A Câmara Municipal de Famalicão e a Administração Regional de Saúde do Norte discutem amanhã um plano de reforço da testagem à Covid-19 no concelho, nomeadamente junto da população trabalhadora de micro, pequenas e médias empresas. Numa altura em que o concelho foi colocado no mapa de risco por registar mais de 120 casos de infecção pelo novo coronavírus por mais de 100 mil habitantes, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, defende que o controlo da pandemia passa por mais testagem da população.

Ontem, na freguesia de Gondifelos, o autarca, afirmou que “o carácter marcadamente industrial do nosso concelho” justifica a dificuldade de controlo da pandemia.
“O Governo decretou o teletrabalho obrigatório até ao final do ano mas tenho a certeza que Famalicão não faz parte dos concelhos com maior percentagem de teletrabalho, porque a produção de pneus, o trabalho nos teares, na metalomecânica ou na agro-pecuária não é possível fazer a partir de casa”, alegou Paulo Cunha, reforçando a ideia de que a redução da tendência de subida dos casos de covid 19 “não vai ser feita através da redução da testagem”, antes pelo contrário, pelo seu incremento nos locais de trabalho.
“As micro, pequenas e médias empresas têm alguma dificuldade na testagem”, reconheceu.

A propósito da reunião que tem esta terça feira com responsáveis da Administração Regional de Saúde, Paulo Cunha defende que “o papel fundamental da Câmara Municipal é interagir com as autoridades de saúde e ajudar, do ponto de vista logístico e financeiro, como tem sido em toda esta crise, para que os resultados sejam os desejados”.
Através da rede facebook, o presidente da Câmara Municipal dirigiu-se recentemente aos famalicenses, apelando ao não baixar de guarda e à manutenção de “todos os cuidados para prevenir os contágios e travar a transmissão da Covid-19”.
Ontem, garantiu que os seus conterrâneos “têm sido exemplares no seu comportamento” e que entre “as causas deste pisar da linha vermelha” não coloca “os comportamentos menos avisados da nossa comunidade”, mas sim a dinâmica empresarial incompatível com o teletrabalho.

Gondifelos investiu mais de 150 mil euros no cemitério

Mais de 150 mil euros é o valor do investimento realizado na ampliação do cemitério da freguesia de Gondifelos, tendo a Câmara Municipal de Famalicão assumido uma comparticipação de 45 mil euros para uma obra considerada “muito urgente” pela autarquia local. “O cemitério estava completamente lotado, não tínhamos uma campa que pudéssemos oferecer à nossa comunidade”, assinalou o presidente da Junta de Freguesia de Gondifelos, Manuel Novais, depois da benção do alargamento, que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e do vereador das Freguesias, Mário Passos.

Com as 80 novas campas, cinco capelas, nove gavetões e, muito brevemente, um columbário, o presidente da Junta de Freguesia garante que Fradelos fica com um cemitério com “dimensão para muitos anos”.
O presidente da Câmara Municipal destacou a “conjugação de vontades”, entre Junta, Câmara e proprietário do terreno necessário ao alargamento para a concretização do anseio da população de Fradelos, assumindo que os cemitérios devem ser “locais aprazíveis e com condições logísticas”
Paulo Cunha expressou que a “preocupação do Município para com o indivíduo tem de ser integral, do nascimento até à morte” e que “o local do destino final não é menos importante”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho