Correio do Minho

Braga,

- +
Município de Braga desafia Juntas de Freguesia a constituir Unidades Locais de Protecção Civil
ABC ataca pódio contra Benfica no Flávio Sá Leite

Município de Braga desafia Juntas de Freguesia a constituir Unidades Locais de Protecção Civil

Montalegre instala 23 novos gabinetes de saúde oral

Município de Braga desafia Juntas de Freguesia a constituir Unidades Locais de Protecção Civil

Braga

2023-12-05 às 17h40

Redacção Redacção

A iniciativa visa preparar as populações para a ocorrência de acidentes graves e catástrofes.

Citação

O Município de Braga promoveu uma reunião com os presidentes das Juntas e Uniões de Freguesia do concelho, com o objectivo de estabelecer uma maior articulação com estas entidades, enquadrada na política do Município de Braga e na Estratégia Nacional para uma Protecção Civil Preventiva 2030.

Nesta reunião foram abordados temas fundamentais para a promoção da segurança de pessoas e bens e do ambiente à escala municipal, entre os quais a sinalização de situações de risco, a promoção de acções de sensibilização e a gestão e condições de segurança do património arbóreo, relevando-se a importância de envolver as freguesias de modo a promover estratégias eficazes para a defesa e protecção das comunidades, quer ao nível da prevenção e planeamento, quer ao nível da actuação na eminência ou ocorrência de acidente grave ou catástrofe.

Assim, o Município de Braga lançou o desafio às Juntas de Freguesia para a constituição de novas Unidades Locais de Protecção Civil (ULPC), tendo em conta a sua proximidade às populações, o conhecimento do território e a mais valia de serem constituídas por habitantes locais, cuja intervenção pode ser fundamental na adaptação/preparação do território e da população tornando-a mais resiliente à ocorrência de acidentes graves e catástrofes.

Actualmente, o Concelho de Braga conta já com 11 ULPC constituídas, tendo o vereador da Protecção Civil, Altino Bessa, destacado a “importância destas equipas no trabalho conjunto na protecção de pessoas e bens, reforçando a necessidade de expansão destas unidades por todo o território concelhio, de modo a garantir uma actuação concertada entre as diversas entidades que concorrem para a protecção civil”.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho