Correio do Minho

Braga, terça-feira

Município de Vila Verde e Juntas de Freguesia unidas em acção de limpeza da Ribeira do Rojão
Detidos por tráfico com haxixe e cocaína

Município de Vila Verde e Juntas de Freguesia unidas em acção de limpeza da Ribeira do Rojão

Primeiro disco de Quadra tem ante-estreia em Guimarães

Cávado

2017-11-10 às 09h07

Redacção

O Município de Vila Verde em parceria com as juntas de freguesia de Dossãos e da União de Freguesias de Esqueiros, Nevogilde e Travassós, realizaram uma acção de limpeza aos afluentes da Ribeira de Febros, particularmente na Ribeira do Rojão, iniciativa que teve por objectivo alertar e sensibilizar a população para a importância dos rios e para a problemática da poluição dos cursos de água.

O Município de Vila Verde em parceria com as juntas de freguesia de Dossãos e da União de Freguesias de Esqueiros, Nevogilde e Travassós, realizaram uma acção de limpeza aos afluentes da Ribeira de Febros, particularmente na Ribeira do Rojão, iniciativa que teve por objectivo alertar e sensibilizar a população para a importância dos rios e para a problemática da poluição dos cursos de água.

Esta actividade, inserida no âmbito do Projecto Rios, vem dar continuidade às acções de limpeza da Ribeira de Febros que já se realizaram noutros locais e que, para além do Município de Vila Verde, envolve outras entidades, nomeadamente as Juntas de Freguesia da Vila de Prado, da Lage, de Atiães, de Moure e de Dossãos e a União de Freguesias de Carreiras S. Miguel e Carreiras S. Tiago, e a União de Freguesias de Esqueiros, Nevogilde e Travassós e a Junta de Freguesia de Dossãos.

Com estas iniciativas pretende-se, mais uma vez, incentivar a população a replicar essas acções de limpeza, mantendo os rios e as ruas mais limpas e gerando cuidados redobrados na deposição dos resíduos sólidos urbanos, assim como proceder à remoção selectiva de árvores caídas e infestantes, tais como silvas e videiras bravas, que dificultem o escoamento do fluxo da água, por forma a permitir o acesso e utilização das águas. 

Esta acção tem ainda como objectivo efectuar podas de formação selectivas, que potenciem a criação de sombra sobre o leito, caso seja necessário e, posteriormente, potenciar a plantação ou implantação de estacas de espécies da flora ripícola nos locais necessáros, nomeadamente Amieiros, Freixos e Salgueiros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.