Correio do Minho

Braga,

- +
Mulheres de Vila Verde passeiam em Montalegre
Francisco Alves confia que Cabeceiras fechou quadriénio de forma positiva

Mulheres de Vila Verde passeiam em Montalegre

Carlos Carvalhal: “Temos de acabar com erros individuais, que custam caro”

Mulheres de Vila Verde passeiam em Montalegre

Cávado

2021-10-14 às 12h00

Redacção Redacção

Meia centena de residentes em Valões visitaram as terras do barroso.

Meia centena de mulheres de Valões, concelho de Vila Verde, fizeram, no domingo, um passeio de convívio em terras de Montalegre. Foi a concretização de um desafio que havia sido lançado antes da pandemia Covid-19, mas que teve de se manter suspenso até a esta nova fase de levantamento das medidas preventivas de confinamento.
O convívio contou com a participação da presidente da Junta de Freguesia de Pitões das Júnias, onde decorreu grande parte do programa de animação da jornada de convívio, cuja organização foi liderada por Rosa Cação.
Em Pitões das Júnias, além da visita à aldeia turística, ao mosteiro e ao Forno do Povo, as mulheres de Valões conviveram com as população local e animaram o centro da freguesia, com danças e cantares minhotos.
As participantes receberam uma lembrança – frasco de mel com alusão ao primeiro passeio das mulheres de Valões – oferecida pelo Município de Vila Verde e com que contemplaram também a presidente da Junta de Pitões das Júnias.
O passeio permitiu ainda conhecer as barragens de Venda Nova e Pisões, o Ecomuseu do Barroso e o Castelo de Montalegre. Sobre a iniciativa, Rosa Cação refere:
“Foi um convívio que decorreu de forma muito alegre, com bons momentos de partilha e que ajudam a reforçar os laços entre todas e a promover o bom ambiente de comunidade na nossa aldeia”.
“Foi um passo importante para criar na União de Freguesias do Vade um núcleo de mulheres para ajudar a dinamizar esta zona do norte do concelho de Vila Verde. Considero importante que iniciativas como estas sejam despoletadas pela comunidade, como convívios com idosos, jovens e intergeracionais. São muito importantes para fomentar o espírito de união, camaradagem e entreajuda, algo que diferencia pela positiva as nossas terras”, acrescentou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho