Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Mostra exibe meios de protecção que garantem segurança a todos
Dois regressos para a Operação Alvalade

Mostra exibe meios de protecção que garantem segurança a todos

Município de Esposende concretiza requalificação da zona central de Vila Chã

Mostra exibe meios de protecção que garantem segurança a todos

Braga

2020-09-18 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Foi com uma exposição de equipamentos de protecção dos profissionais de saúde que o Hospital de Braga celebro, ontem, o Dia Mundial da Segurança do Doente, mostrando que todos estão “seguros”.

Os mais sofisticados equipamentos de protecção individual dos profissionais de saúde do Hospital de Braga estão exibem-se na exposição ‘Segurança (In)Visível’, inaugurada, ontem, no átrio, do edifício principal. O objectivo foi assinalar o Dia Mundial da Segurança do Doente 2020, mas João Oliveira, presidente do Conselho de Administração, diz que esta é também uma forma de mostrar “segurança” aos utentes.
A data é celebrada pelo segundo ano, depois de ter sido instituída pela Organização Mundial de Saúde, como forma de realçar a importância da segurança dos profissionais de saúde, garantindo, consequentemente, a protecção do utente atendido.

O presidente do Conselho de Administração do Hospital de Braga destaca “a evolução da segurança” que se foi registando ao longo dos últimos dez anos e que é possível perceber através desta exposição.
“Estes são pequenos exemplos de que nos últimos anos vieram reforçar a segurança dos profissionais no sentido de melhor se protegerem, prestarem melhores cuidados e melhor atendimento aos doentes”, sublinhou João Oliveira, apontando para as actuais agulhas anti-picada e para a diferença das camas articuladas antigas e para aquelas que hoje o hospital possui e que dão mais conforto aos pacientes, facilitando inclusive o trabalho dos profissionais.
Na exposição é também possível ver um manequim envergando o respectivo Equipamento de Protecção Individual tal como está qualquer médico do hospital no atendimento ao doente com Covid-19. João Oliveira indica que os profissionais de saúde do hospital estão bem equipados, registando que “houve alguns momentos mais difíceis” em termos de aquisição, mas frisando que “os profissionais do Hospital de Braga não sentiram falta de EPI’s e tiveram sempre os materiais necessários”.

Sílvia Oliveira, enfermeira coordenadora do Gabinete de Gestão do Risco e uma das responsáveis pela organização da exposição, diz que este dia, este ano é ainda “mais especial” devido ao contexto pandémico, sublinhando que “para garantir uma boa prestação de cuidados de saúde, temos que ter profissionais de saúde seguros e, o facto, de eles se sentirem seguros é meio caminho andado”.
O Município de Braga junta-se à celebração da efeméride e iluminou de cor-de-laranja a Arcada e o Chafariz da Praça da República, tal como o Hospital de Braga iluminou a fachada, bem como o edifício do futuro Hospital Lusíadas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho