Correio do Minho

Braga,

- +
Mosteiro de Santo André de Rendufe é ‘jóia da coroa’ da freguesia e do concelho
Vila Praia de Âncora: “Open Focus – Campeonato de Praia” inicia em Julho

Mosteiro de Santo André de Rendufe é ‘jóia da coroa’ da freguesia e do concelho

Bruno Silva e Marta Branco venceram o 22.º BTT XCO - ACRAP

Mosteiro de Santo André de Rendufe é ‘jóia da coroa’ da freguesia e do concelho

Cávado

2021-06-09 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

O Mosteiro de Santo André de Rendufe é a ‘jóia da coroa’ da freguesia e do concelho de Amares, que espera agora que o equipamento patrimonial venha a ser alvo de uma grande requalificação através de investimento privado, potenciando-o turisticamente

O Mosteiro de Santo André de Rendufe, classificado como imóvel de interesse público desde 1943, é o elemento patrimonial mais emblemático da freguesia e também um dos elementos mais identificativos do concelho de Amares. Com uma área de 3,06 Km2, Rendufe é uma localidade que tem lutado pelo desenvolvimento e pela fixação da população. As quintas de vinho verde e de turismo de habitação rural são um dos grandes atractivos turísticos da terra.
A melhoria das acessibilidades e das infra-estruturas locais tem sido a prioridade do executivo da Junta de Freguesia de Rendufe, liderado pelo autarca Domingos Alves ao longo dos últimos oito anos.
Actualmente, a freguesia de Rendufe exibe-se como uma localidade dispersa, com muitas vivendas e que tem vindo a registar um crescimento na construção de novas habitações. Com uma multiplicidade de estabelecimentos comerciais locais, o grande objectivo da junta de freguesia tem sido a promoção do desenvolvimento local, com vista a fixar a população.
Num balanço aos dois mandatos autárquicos que liderou, o presidente da Junta de Freguesia de Rendufe resume que esta foi, de facto, “uma experiência positiva”, apesar de nunca antes ter estado ligado à política. “Na altura o convite partiu do vereador Isidro Araújo e foi ele que, na verdade, me despertou para a acção política e, juntamente com a equipa que me acompanhou ao longo deste trabalho à frente da junta de freguesia, fiz tudo o que esteve ao meu alcance para melhorar a qualidade de vida da população de Rendufe”, garantiu.
O autarca Domingos Alves assinala o trabalho desenvolvido ao nível do melhoramento da rede viária de Rendufe, apontando para os inúmeros alargamentos de ruas que foram realizados e indicando que este projecto foi “uma das grandes prioridades”. “A melhoria das acessibilidades de Rendufe foi para nós uma grande aposta, pois a freguesia cresceu mas não se procedeu ao alargamento das vias e era muito importante levar a cabo o alargamento das vias precisamente para que um carro de bombeiros pudesse chegar a todas as habitações para prestar socorro em caso de uma situação de urgência ou até de incêndio. Era essencial assegurarmos melhores condições de acessibilidade à população”, disse o autarca.

Campo sintético, acessibilidades e saneamento foram prioridade

Foram várias as intervenções realizadas ao longo dos últimos anos na freguesia de Rendufe pela ‘mão’ do presidente da junta, Domingos Alves, tendo a melhoria das acessibilidades locais sido uma prioridade, mas também a melhoria das infra-estruturas locais, como é o caso da instalação do piso sintético no campo do Rendufe Futebol Clube.
“Esta é uma equipa da 3.ª divisão distrital, com uma aposta forte na formação de muitos jovens e este foi um projecto de grande relevância na área desportiva, com vista a dar melhores condições de trabalho”, indicou o presidente da Junta de Freguesia de Rendufe, lembrando o protocolo com AC Milan para uma Academia Junior Camp que vai ter lugar em Julho.
Outro dos projectos que o autarca destaca é a requalificação e ampliação da Capela de São Sebastião, mediante um protocolo de colaboração entre a Junta de Freguesia de Rendufe e a Irmandade do Senhor dos Passos, contando com o apoio da Câmara Municipal de Amares. “Este projecto foi muito importante porque permitiu que a freguesia ficasse dotada de uma capela mortuária - o que era um anseio da população local ao qual pretendemos dar resposta”, frisou.
Destaque para a intervenção promovida na Rua da Górda, que foi alargada no primeiro mandato e pavimentada no segundo mandato autárquico de Domingos Alves, juntamente com a sua equipa, constituída ainda por Manuel Machado (tesoureiro) e por Héléne Fernandes (secretária). “A intervenção na Rua da Górda era uma prioridade e além do alargamento e da pavimentação, ficou ainda dotada das infra-estruturas para as águas pluviais e para o saneamento”. A curto prazo proceder-se-á à intervenção na Avenida da Cova, estando prevista a requalificação da ligação desde o Mosteiro de Santo André de Rendufe até à Ponte Nova, que será alargada e ficará dotada de passeios.
Destaque para o alargamento também da Rua das Bouças, ampliação e cobertura do bar da Comissão de Festas de N. Sra. das Neves, alargamento da Rua de Pia (parte Sul e parte Norte), colocação de lombas na Avenida do Monte, Rua do Monte Calvário e Parque Desportivo. Outra das intervenções realizadas foi o alargamento da Rua da Maia. Até ao final do mandato serão ainda alargadas a Travessa dos Torrões, a Rua da Recta e Rua do Eido e serão pavimentadas a Travessa da Poça, parte da Rua do Tourão e colocados passeios na Rua S. Sebastião, Av. Parque Desportivo e Rua Fonte de Bouças.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho