Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Morreram 23 pessoas nas estradas minhotas até ao final de Agosto
Município de Esposende promove formação desportiva integral

Morreram 23 pessoas nas estradas minhotas até ao final de Agosto

José Manuel Fernandes alerta: “Portugal não pode desperdiçar esta oportunidade”

Casos do Dia

2018-09-05 às 06h00

Marlene Cerqueira

No mês passado registaram-se 23 mortes nas estradas do distrito, a maioria das quais (18) no distrito de Braga. Dados são da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.

Nas estradas do Minho, desde o início do ano até 31 de Agosto, já perderam a vida 23 pessoas, das quais 18 no distrito de Braga e cinco no de Viana do Castelo.
As estatísticas constam no mais recente relatório de Sinistralidade Rodoviária, divulgado pela ANSR - Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.
De acordo com o relatório, no distrito de Braga já se registam mais quatro vítimas mortais do que em igual período do ano passado.
Também o número de acidentes dos quais resultaram vítimas e/ou danos materiais é superior ao do mesmo período de 2017. este ano, nos primeiros oito meses, as autoridades registaram 7.409 acidentes, mais 240 do que no mesmo período do ano transacto.

Apenas nos feridos graves é que se regista um decréscimo. No ano passado havia registo de 93, enquanto que este ano são contabilizados 78.
Já o Alto Minho está entre os distritos com menor mortalidade associada à sinistralidade rodoviária. Desde o início do ano até 31 de Agosto registaram-se cinco mortos, menos sete do que em igual período do ano passado.
No mesmo intervalo temporal há também registo de menos feridos graves: 30 neste ano, contra 33 do ano passado.

Já que respeito a acidentes, as autoridades registaram 2.131 nas estradas do distrito de Viana do Castelo, mais 135 do que no mesmo período de 2017.
A nível nacional, os acidentes rodoviários já provocaram este ano 329 mortos nas estradas, menos cinco do que em igual período de 2017.

ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, adianta que se registaram, entre 1 de Janeiro e 31 de Agosto, 86.290 acidentes com vítimas e/ou danos materiais, mais 1.440 do que no mesmo período do ano passado.
O maior número de vítimas mortais ocorreu no distrito de Setúbal (52), seguido do Porto (34) e Lisboa (30).
Já os distritos com menos mortos nas estradas foram este ano Portalegre (3), Bragança (4) e Viana do Castelo (5).
A ANSR indica também que os acidentes rodoviários provocaram este ano 1.286 feridos graves, menos 170 do que no mesmo período de 2017.
De acordo com a ANSR, 26.189 pessoas sofreram ainda ferimentos ligeiros entre 1 de Janeiro e 31 de Agosto, contra os 27.068 registados no ano passado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.