Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Moreirense quer derrotar vizinhos do Aves
ACB?inicia ciclo de representação do tecido industrial da região

Moreirense quer derrotar vizinhos do Aves

Porto de mar acolhe centro de investigação tecnológica

Desporto

2019-05-10 às 09h00

Redacção

Equipa vimaranense joga, esta noite, em casa do Desportivo das Aves, em jogo que abre a 33.ª jornada. Ivo Vieira garante uma equipa a perseguir um bom resultado e deixa recado aos “cegos do futebol”.

O treinador do Moreirense, Ivo Vieira, garantiu que a equipa “vai perseguir um resultado positivo” na deslocação ao terreno do Desportivo das Aves, em jogo agendado para esta noite e que abre a 33.ª jornada da I liga.
“São duas equipas que já têm as contas do campeonato resolvidas. Seria mais atractivo se existissem objectivos palpáveis, mas temos o objectivo de manter a posição actual e o Aves quererá ganhar e conquistar ainda mais. Vamos fazer tudo por um resultado a nosso favor”, referiu Ivo Vieira.

O Moreirense, quinto classificado com 49 pontos, está em lugar europeu, mas é público que não se inscreveu nas competições europeias, enquanto o Desportivo das Aves, que segue na 12.ª posição com 36 pontos, conseguiu assegurar a manutenção.
Ivo Vieira apontou que espera um jogo “aberto” e “sem amarras” entre duas equipas que “querem ganhar”, admitindo que o adversário se apresente “atrevido e confiante” pela “sustentabilidade de pontos conseguida nas últimas jornadas”.

Já sobre o Moreirense, que, depois de um percurso surpreendente, não vence há quatro jogos e perdeu as últimas três partidas, o treinador dos vimaranenses prometeu “luta por um resultado positivo” e deixou reparos aos “cegos do futebol”.

“Quero dizer aos cegos do futebol, que, ao contrário do que algumas pessoas dizem, o Moreirense foi uma equipa que sempre quis ganhar e lutou muito. Às vezes os resultados não ditam o que fazemos. Os jogadores têm lutado muito. Se o Moreirense ganhasse tudo, estava a lutar pelos três primeiros. Às vezes dá a impressão de que o que estamos a fazer já é pouco”, referiu.
O técnico dos minhotos considerou ainda que “todos os adeptos do Moreirense deviam fazer uma vénia aos jogadores” e recordou que o percurso actual de um clube que cronicamente tem lutado para não descer, mas esta época está em posição europeia é “inédito”. “Pode ser superado no futuro, mas é difícil. Eu disse que não admitia que apontassem o dedo a estes jogadores porque lutam muito e repito isso”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.