Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Monumento ao Arcebispo D. Diogo de Sousa: ideias precisam-se e serão premiadas
Leitaria Quinta do Paço alia petisco ‘SNEclair’ ao vinho verde

Monumento ao Arcebispo D. Diogo de Sousa: ideias precisam-se e serão premiadas

Viana do Castelo aprova reduções de impostos e taxas

Monumento ao Arcebispo D. Diogo de Sousa: ideias precisam-se e serão premiadas

Braga

2020-08-05 às 12h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

BRAGA QUER FAZER JUSTIÇA à figura mais importante do urbanismo bracarense: o Arcebispo D. Diogo de Sousa. O monumento evocativo vai ser erguido no Campo da Vinha e aguarda muitas ideias e propostas até ao dia 12 de Outubro.


Evocar a figura mais importante do urbanismo bracarense de todos os tempos. o Arcebispo D. Diogo de Sousa.
O monumento será instalado no Campo da Vinha, entre a rua dos Capelistas e a rua Dr. Justino Cruz.
O concurso já foi lançado e aguarda, até 12 de Outubro, pelas melhores ideias para a criação de monumento evocativo a D. Diogo de Sousa.
“Esta intervenção é um repto lançado a todos os artistas para finalmente cumprirmos esta dívida com a figura maior de Braga, dando-nos o privilégio de a executar”, explicou o vereador do Urbanismo, Miguel Bandeira.
Para o vereador “não é possível compreender a história da cidade de Braga sem conhecer a obra mecenática do Arcebispo D. Diogo de Sousa (1505-1532)”, apontando que “ainda hoje o fundamental dos espaços públicos do centro histórico de Braga tem a sua marca. O relevo da sua obra é tão importante no plano civil como no religioso. Há uma Braga antes e uma depois de D. Diogo de Sousa. Com D. Diogo de Sousa Braga abriu-se ao mundo, modernizou-se no domínio urbano, da economia (rede de mercados), na assistência e na saúde, no ensino lançando as bases dos Estudos Gerais de Braga e na reforma da igreja”, sublinhou.
Ora, a instalação deve fazer a evocação da personalidade religiosa e secular de D. Diogo de Sousa, com recurso a linguagens, processos e materiais de matriz contemporânea e integrar-se de forma harmoniosa com o contexto urbano e histórico.
O regulamento do concurso está disponível no portal do Município de Braga, em www.cm-braga.pt.
As propostas serão avaliadas por um júri constituído por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, Miguel Bandeira, vereador do Urbanismo e Património, cónego José Paulo Abreu, João Duarte, da Sociedade Nacional de Belas Artes, e António Ponte, director regional de Cultura do Norte.
As propostas e os documentos deverão entregues até às 18 hotas do dia 12 de Outubro, no edifício gnration, situado na Praça Conde de Agrolongo nº 123.
Ao vencedor do concurso será atribuído um prémio de quatro mil euros. Aos autores dos restantes trabalhos, que se distingam pela sua singularidade, poderão ser atribuídas até duas Menções Honrosas, a que corresponderão prémios pecuniários no valor de mil euros cada.
No final do concurso, haverá uma exposição pública dos trabalhos admitidos.
Qualquer pedido de informação complementar será esclarecido, devendo ser colocada por escrito para o seguinte endereço de correio electrónico: concurso.ddsousa@cm-braga.pt.
De salientar que todos os elementos que constituem o presente concurso estão integralmente disponibilizadas na plataforma electrónica - http://www.saphety.com – utilizada pelo Município de Braga.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho