Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Montalegre entrega 'Medalha de Honra' a Coronel Dias Vieira e Padre João Branco
Pacheco Pereira no fecho do centenário do Arquivo Distrital de Braga

Montalegre entrega 'Medalha de Honra' a Coronel Dias Vieira e Padre João Branco

Fafe quer ser palco mundial de reflexão sobre as grandes causas da Humanidade

Cávado

2017-06-10 às 19h06

Redacção

No 'Dia do Município', a Câmara Municipal de Montalegre rendeu homenagem a duas notáveis figuras do concelho: coronel Dias Vieira e padre João Branco. A sessão solene, feita no salão dos Paços do Concelho, atribuiu a 'Medalha de Honra do Município' a estes ilustres barrosões, «pelo trabalho, ação e empenho na defesa e promoção dos interesses do concelho».

No 'Dia do Município', a Câmara Municipal de Montalegre rendeu homenagem a duas notáveis figuras do concelho: coronel Dias Vieira e padre João Branco. A sessão solene, feita no salão dos Paços do Concelho, atribuiu a 'Medalha de Honra do Município' a estes ilustres barrosões, «pelo trabalho, ação e empenho na defesa e promoção dos interesses do concelho».

 
TEM A PALAVRA
 
Orlando Alves | Presidente da Câmara de Montalegre
«Quisemos reconhecer o mérito destes dois barrosões. O padre João Branco, com a coincidência feliz de celebrar este ano 50 anos de sacerdócio. O coronel Dias Vieira porque tem imensa produção literária e a servir de memória futura com muita qualidade. São muito dignos deste reconhecimento. O feriado municipal deve ser um dia de festa, de júbilo e de tributação e louvor àqueles que merecem».
 
David Teixeira | Vice-presidente da Câmara de Montalegre
«Não há melhor forma de festejar o 'Dia do Município' do que reconhecendo aqueles que são o rosto e a marca deste território. A escolha destas duas personalidades foi muito feliz. Estas homenagens não se esgotam num ano porque há muitos mais em diferentes áreas. O município tem a obrigação de os distinguir para que sirvam de modelo e exemplo para a comunidade. São dois barrosões exemplares. O padre João Branco tive a sorte de o ter como professor e amigo. O coronel Dias Vieira, com o seu ar paternal, nunca soube dizer que não aos pais que lhe pediram emprego para os seus filhos. Ainda hoje é um homem de causas e dedicado às associações de bombeiros e à Cruz Vermelha. São duas vidas bem vividas».
 
Fátima Fernandes | Vereadora da educação da Câmara de Montalegre
«São distinções mais do que merecidas. Duas pessoas com vertentes de vida muito diferentes, que honraram e colocaram muito alto o nome de Montalegre. Devemos sentir gratidão e apreço por aqueles que souberam prestigiar a nossa terra. Trata-se de um incentivo para que todos participem ativamente na comunidade».
 
Fernando Rodrigues | Presidente da Assembleia Municipal
«A Câmara comemorou o 'Dia do município' da melhor forma, homenageando os dois barrosões mais ilustres que temos. A Medalha de Honra do Município é a distinção honorífica importante para qualquer pessoa. É depositar nos homenageados todo o reconhecimento que o concelho lhe presta. Ambos são justos merecedores. O coronel Dias Vieira, em qualquer sítio, onde esteve, soube receber e procurar os barrosões, sendo sempre um verdadeiro amigo. O padre João Branco é um homem determinado e de trabalho, que muitas vezes testemunhei. Sempre foi um defensor e percursor da recuperação do património religioso que hoje é reconhecido. Parabéns aos dois e, também, à autarquia pela iniciativa».
 
Coronel Dias Vieira | Homenageado
«Um dia com um sabor diferente. Tenho esta terra no coração e sempre tentei proteger 'os meus'. Penso que até haverá pessoas com mais direito de receberem esta distinção. Quando se trata do meu concelho tenho sempre dificuldade em dizer não e sempre tentei ajudar a resolver os problemas dos barrosões. Sinto uma grande satisfação por isso».
 
João Branco | Homenageado
«É um momento único em nome da paróquia a quem tudo dedico esta medalha. Um bem-haja por se terem lembrado de nós. Neste percurso, nunca andei só. Aquele que me chamou tudo sabe e a ele tudo ofereço e peço que me ajude a ser melhor padre até ao fim da minha vida. Quero sê-lo!».
 
*** Nota da C.M. de Montalegre ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.