Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Montalegre: Comunidade solidária ajudou crianças
Centro Social e Paroquial de Ribeirão premiado pela EDP Solidária

Montalegre: Comunidade solidária ajudou crianças

Alunos do 1.º Ciclo de Gualtar já estudam na nova casa

Cávado

2018-01-02 às 06h00

Redacção

Neste Natal, e como já vem sendo hábito, a Biblioteca Municipal de Montalegre voltou a lançar a campanha solidária ‘Ser +’. A comunidade aderiu à iniciativa e contribuiu com brinquedos e material educativo, ajudando assim a tornar mais felizes as crianças mais desfavorecidas do concelho nesta época festiva.

Neste Natal, e como já vem sendo hábito, a Biblioteca Municipal de Montalegre voltou a lançar a campanha solidária ‘Ser +’. A comunidade aderiu à iniciativa e contribuiu com brinquedos e material educativo, ajudando assim a tornar mais felizes as crianças mais desfavorecidas do concelho nesta época festiva. “São actividades muito importantes. Todos temos que assumir estas responsabilidades. A biblioteca é um palco onde a criatividade se desenvolve a todo o instante. Oferecemos à população da nossa terra momentos de cultura e inovação”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Montalegre, Orlando Alves.

A campanha ‘Ser +’, promovida pelo Município de Montalegre - através da biblioteca municipal - que conta com o contri- buto da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Montalegre, do Núcleo Local de Inserção (NLI) e da Rede Local de Inserção Social (RLIS), voltou a ser um sucesso, superando mais uma vez as expectativas.

“Neste momento a nossa biblioteca é associada da rede de bibliotecas da Unesco. É um espaço que apresenta sempre muita dinâmica. Apresenta-nos uma magnífica exposição de presépios, a campanha solidária ‘Ser+’, que reuniu centenas de brinquedos para as nossas crianças desfavorecidas, e ainda o projecto ‘Ler+’”, contou.

Também para a vereadora da Educação da Câmara Municipal de Montalegre, Fátima Fernandes, “em boa hora” foi lançada esta campanha, já lá vão 17 anos. “É uma maneira das pessoas exercerem a fraternidade e a solidariedade, o mais importante no ser humano. Esta casa promove essa partilha em diferentes domínios e não só nesta época. No Natal haverá mais esse sentimento mas que deve multiplicar-se ao longo do ano”, referiu a vereadora. Fátima Fernandes aproveitou para deixar o repto: “se cada pessoa do mundo entendesse que dando um pouco de si ao outro, todos teríamos a ganhar e os conflitos a que assistimos diariamente não teriam razão de existir”.

A responsável da Biblioteca Municipal de Montalegre, Gorete Afonso, aproveitou também para agradecer a todos os que, directa ou indirectamente, responderam a este apelo. “Toda a comunidade respondeu positivamente. Recebemos centenas de brinquedos e livros. Segue agora para a fase de triagem. Cumprimos o nosso desígnio. A nossa comunidade esteve connosco. Fomos todos mais solidários e mais capazes. Fomos todos obreiros na construção de uma Barroso melhor”, sublinhou aquela responsável.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.