Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Monção: 'Tens que respeitar se queres namorar'
Cabreiros e Águias das Graça empatam em jogo sem golos

Monção: 'Tens que respeitar se queres namorar'

REN reforça serviço de apoio domiciliário da Engenho

Alto Minho

2017-02-16 às 17h09

Redacção

No dia dos namorados, 14 de fevereiro, alunos do ensino regular e profissional apresentaram trabalhos (músicas RAP, cartazes e slogans) contra a violência no namoro. Paulo Esteves esteve presente na iniciativa e sensibilizou os alunos para a necessidade de criarem e manterem relações saudáveis no namoro, apoiando e respeitando a pessoa que gosta de nós.

No dia dos namorados, 14 de fevereiro, alunos do ensino regular e profissional apresentaram trabalhos (músicas RAP, cartazes e slogans) contra a violência no namoro. Paulo Esteves esteve presente na iniciativa e sensibilizou os alunos para a necessidade de criarem e manterem relações saudáveis no namoro, apoiando e respeitando a pessoa que gosta de nós.

No dia 14 de fevereiro, terça-feira, dia dos namorados, teve lugar a apresentação de trabalhos referentes a dois concursos lançados no âmbito do programa de prevenção contra a violência no namoro. Destinados a alunos do ensino secundário e profissional, a iniciativa, bastante participada, realizou-se no Cine Teatro João Verde.

Um dos concursos consistiu na criação de uma música RAP contra a violência no namoro e outro na conceção de um slogan/cartaz alusivo à temática. Anteriormente, realizaram-se diversas ações de sensibilização/informação com alunos da Escola Secundária de Monção e EPRAMI, polo de Monção.

No concurso de música RAP, concorreram oito alunos/grupos, tendo o primeiro lugar sido entregue a Ricardo, do 12º B, da Escola Secundária de Monção. Quanto ao slogan/cartaz, a escolha recaiu em Jéssica, Marta, Jorge e Guilherme, do Curso de Restauração: Cozinha/Pastelaria, 2º ano, da EPRAMI, polo de Monção, com a mensagem “Tens que respeitar se queres namorar”. Participaram 38 alunos/grupos.

O Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves, esteve presente na iniciativa e sensibilizou os alunos para a necessidade de criarem e manterem relações saudáveis no namoro, apoiando e respeitando a pessoa que gosta de nós. “Ter alguém tão perto, ao ponto de ouvir as batidas do nosso coração, é um privilégio muito grande. Não desperdicem isso” afirmou.

O júri foi constituído por um representante da CAP do Agrupamento de Escolas de Monção, Filipe Francisco, pela diretora da EPRAMI, polo de Monção, Cristina Dias, e pelo músico Jorge Nande. Os trabalhos premiados serão agora utilizados numa campanha distrital de prevenção da violência no namoro. Todos os alunos receberam diplomas de participação.
Desenvolvida em parceria pelo Município de Monção, EPRAMI, polo de Monção, Agrupamento de Escolas de Monção, através do Projeto Haja Saúde, e Projeto Doequ@l, do Gabinete de Apoio à Família (GAF), a presente iniciativa teve como objetivo central assinalar a data e capacitar os alunos para a importância de um relacionamento amoroso positivo.

*** Nota da C.M. de Monção ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.