Correio do Minho

Braga,

- +
Monção: Centro Social e Paroquial de Barbeita celebra 15 anos
Famalicão Youth Fest! na Casa da Juventude

Monção: Centro Social e Paroquial de Barbeita celebra 15 anos

Boa imagem não foi suficiente para o Galo sair da Luz feliz

Monção: Centro Social e Paroquial de Barbeita celebra 15 anos

Alto Minho

2013-09-06 às 23h01

Redacção Redacção

Centro Social e Paroquial de Barbeita comemora no próximo sábado, 7 de setembro, 15 anos de existência. José Emílio Moreira realça o papel social preponderante desempenhado pela instituição e enaltece a dedicação, conhecimento e altruísmo do Padre Américo Alves.

Centro Paroquial e Social de Barbeita completa no próximo sábado, 7 de setembro, 15 anos de existência. A sessão solene está marcada para as 17h00, contando, entre outros, com o presidente da Câmara Municipal de Monção, José Emílio Moreira, e o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto Domingues.

Dirigido pelo Padre Américo Alves, cidadão de mérito do município, o Centro Paroquial e Social de Barbeita recebeu os primeiros utentes a 7 de setembro de 1998 para três valências: centro de dia, lar de idosos e apoio ao domicílio. Em 1999, foi projetada a ampliação do edifício, concluída em 2003.

Com o objetivo de assegurar uma resposta efetiva na área infantil, a instituição de carácter solidário candidatou-se ao projeto de construção de uma unidade independente para a instalação de uma creche. Esta seria inaugurada em 2006 com a denominação de “Creche Arco Iris”.

No ano passado, foi inaugurada mais uma obra de alargamento do equipamento social, garantindo capacidade para receber 58 utentes no lar de idosos. Esta ampliação representou um investimento de 650 mil euros, apoiado pela autarquia monçanense e administração central através do Programa Operacional de Potencial Humano.

Em construção está o novo edifício do Centro Paroquial e Social de S. Pedro de Merufe. Ocupando a antiga escola primária da freguesia, no lugar do Mosteiro, o novo equipamento está avaliado em 700 mil euros, devendo, receber, numa primeira fase, 17 camas.

Numa recente deslocação ao concelho de Monção, o Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, teve a oportunidade de verificar o andamento das obras. Na altura, manifestou disponibilidade para apoiar a empreitada com verbas do Fundo de Socorro Social.

*** Nota da C.M. de Monção ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.