Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Misericórdia constrói lares e creches no próximo ano
Color Picoto Sprint alia desporto à sensibilização ambiental

Misericórdia constrói lares e creches no próximo ano

gnration celebra 10 anos com programa de luxo

Misericórdia constrói lares e creches no próximo ano

Cávado

2022-11-30 às 06h00

Redacção Redacção

Estruturas Residenciais para Idosos de Vila Verde e Marrancos vão começar a funcionar em 2023. No próximo ano devem arrancar as creches de Marrancos, Cabanelas, Azões e Soutelo.

Citação

A construção de Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI)?em Vila Verde e a entrada em funcionameno da ERPI de Marrancos, são dois dos principais projectos que a Santa Casa da Mise- ricórdia de Vila Verde (SMVV) pretende concretizar em 2023. As duas estruturas constam do Plano de Actividades e Orçamento para 2023, que foi aprovado pela irmandade.
A ERPI de Vila Verde vai ser instalada na Avenida Marechal Humberto Delgado e tem capacidade para 40 utentes. É acompanhada da ampliação do Centro de Actividades Ocupacionais.
A ERPI de Marrancos deve começar a funcionar no início do próximo ano.
Em 2023 está previsto, também, a construção de creches em Marrancos, Cabanelas, Azões e Soutelo, e a construção de um Centro de Bem-estar, Tratamentos e Alojamento em Vilarinho.
A SCMVV pretende, ainda, criar uma sala de pré-escola no Centro de Apoio à Infância e Pessoas Idosas em Prado, e uma Unidade de Cuidados Paliativos e outra de Média Duração (com 20 camas cada) e requalificar a residencial Martins.

Ao nível da sustentabilidade, a SCMVV pretende alargar os acordos com a Segurança Social. e modo a abranger o maior número possível de utentes. Actualmente sao cerca de 110 os utentes que não beneficiam desses acordos.
A melhoria da qualidade dos serviços prestados é outra das metas para 2023, através do cumprimento dos acordos de cooperação, da formação contínua do pessoal, da promoção da qualidade de vida dos utentes e do bem-estar de colaboradores e voluntários.
A SCMVV dispõe de um orçamento para 2023, de 29.082.144 euros.
A Assembleia Geral onde foi aprovado o Plano de Actividades e Orçamento serviu também para eleger os corpos sociais da SCMVV. Bento de Morais foi reeleito no cargo de provedor para o quadriénio 2022- 2026. Votaram cerca de 80 por cento dos irmãos que compõem a Assembleia Geral.

De destacar ainda a atribuição de um Voto de Louvor e Dignidade de Irmão Honorário ao Provedor da Misericórdia de Braga, Bernardo Reis, sob proposta da Mesa Administrativa e aclamação. O reconhecimento decorre do trabalho exemplar de Bernardo Reis em torno da área social como provedor da Santa casa de Braga, e pela dedicação a Vila Verde e à Misericórdia vilaverdense, assim como à causa das Misericórdias em geral. O Provedor Bento Morais, manifestou a imensa dívida de gratidão para com o Bernardo Reis, caracterizando-o como uma pessoa rara, daquelas que fazem falta a qualquer território enaltecendo o seu trabalho na área social, que deixa um legado em Braga e na região. Bernardo Reis é natural de Vila Verde.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho