Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Minho com mais acidentes e menos mortes
Bombeiros Voluntários podem ficar com o quartel dos Sapadores

Minho com mais acidentes e menos mortes

EB1 Esporões ao rubro com o SC Braga

Casos do Dia

2019-01-04 às 06h00

Teresa M. Costa

Menos mortes e menos feridos graves é o balanço da sinistralidade rodoviária nas estradas dos distritos de Braga e de Viana do Castelo em 2018 apesar do aumento do número de acidentes.

Mais acidentes, mas menos mortes e menos feridos graves é o balanço da sinistralidade rodoviária no Minho no ano que terminou. Os dados são ainda provisórios e constam do último relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), deixando de fora as vítimas que morrem nos 30 dias posteriores ao acidente.
Só em Dezembro, no distrito de Braga, houve pelo menos dois casos de peões que foram atropelados e que saíram do local do acidente como feridos graves, mas acabaram por falecer. Aconteceu em Braga e em Guimarães.
De acordo com o mais recente relatório da ANSR, Braga e Viana do Castelo seguem a tendência nacional de aumento da sinistralidade rodoviária, mas foi nas estradas do distrito de Braga que o número de acidentes mais aumentou, em comparação com o período homólogo de 2017.

Entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro de 2018, registaram-se, no distrito de Braga 11293 acidentes, mais 308 em comparação com igual período de 2017.
Braga surge como o terceiro distrito de Portugal continental com mais acidentes de viação.
Os números da mortalidade dão conta de 28 vítimas nas estradas do distrito, menos duas em comparação com o ano transacto.
A estas mortes somam-se mais nove resultantes de acidentes no distrito de Viana do Castelo, onde a mortalidade decresceu, em comparação com o período homólogo (menos seis mortes).

No contexto nacional o número de mortes por acidente de viação aumentou, totalizando 513, revela a ANSR no seu relatório.
De fora desta contabilidade ficam os feridos graves que morrem a posteriori e que só são contabilizados seis meses depois.
Os feridos graves em consequência de acidentes de viação diminuíram no distrito de Braga (um total de 130), mas aumentaram no distrito de Viana do Castelo, onde estão contabilizados 50, mais dois em comparação com 2017.
Apesar do aumento do número de acidentes, diminuiu o número de feridos leves a nível nacional, com quase menos 600 vítimas.

Operação ‘Festas seguras’ registou menos acidentes com mais feridos

A PSP concluiu a operação ‘Polícia sempre presente: festas seguras 2018-2019’ com registo de menos acidentes de viação na área do Comando Distrital de Braga e sem mortes nem feridos graves.
No total, durante o período da operação, que decorreu entre 14 de Dezembro e 1 de Janeiro, a PSP registou 193 acidentes, menos 18 em comparação com o período homólogo de 2017.
Apesar da diminuição do número de acidentes, aumentaram os feridos ligeiros, num total de 64.

No decorrer da operação ‘Festas seguras’, a PSP?deteve, no Comando Distrital de Braga, 27 pessoas, 14 das quais por excesso de álcool, e duas por condução sem habilitação legal.
Da fiscalização de trânsito, resultaram 572 autos instaurados por infracções rodoviárias.
Em comunicado, a PSP distrital dá conta de 1778 viaturas fiscalizadas.
As operações de fiscalização realizada permitiram ainda apreender 118 doses de produto estupefaciente, tendo mobilizado 431 elementos policiais e 154 meios motorizados, revelou a mesma fonte.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.