Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Migaitas anuncia reabertura dos seus três restaurantes
Maximinos e Francisco Sanches vão avançar com o ensino da viola braguesa

Migaitas anuncia reabertura dos seus três restaurantes

Amares pretende “diminuir casos de violência doméstica”

Migaitas anuncia reabertura dos seus três restaurantes

Braga

2020-05-16 às 08h00

Redacção Redacção

MigaitasSalão Champagne e Taberna do Migaitas reabrem segunda-feira, só com almoços. Migaitas Forum vai receber clientes de quarta-feira a sábado, apenas ao jantar, e ao domingo ao almoço.

Fernando Migaitas, um dos mais reconhecidos empresários bracarenses do sector da restauração, prepara-se para a reabertura dos seus três restaurantes na cidade de Braga: Migaitas Salão Chapagne, em Infias; a Taberna do Migaitas, junto à Sé Catedral; e o Migaitas Forum, no renovado Altice Forum Braga.
Será uma reabertura gradual e seguindo as normas e recomendações da Direcção Geral da Saúde. Os tempos assim o exigem, assim como a segurança e bem-estar de clientes e colaboradores.
Na segunda-feira, dia 18 de Maio, reabrem o Migaitas Salão Champagne e a Taberna do Migaitas. Ambos os restaurantes vão funcionar apenas com serviço à hora de almoço, mantendo a qualidade e os pratos que os clientes estão habituados, incluindo os menus executivos.
“A única diferença é no Salão Champagne, onde não vamos ter serviço de bufete porque não está permitido este tipo de serviço nos restaurantes”, explica o empresário.
Estes dois restaurantes vão abrir 20 horas por semana, num esquema que se vai manter até ao final do mês de Maio.
O Migaitas Forum também reabre com horário reduzido. Começa a receber clientes na próxima quarta-feira, dia 20 de Maio, e vai servir apenas ao jantar, de quarta-feira a sábado. Abrirá também aos domingos à hora de almoço.
O empresário explica que a entrada para o Migaitas Forum faz--se pela entrada principal do Forum Braga e não pelo parque de estacionamento como até agora.
Actualmente o parque de estacionamento principal está ocupado pelo centro de rastreio que aí vai permanecer pelo menos até ao final do mês.
Assim, os clientes do Migaitas Forum podem contar com o parque de estacionamento privado do Forum Braga que tem acesso pela entrada principal do equipamento.
Fernando Migaitas não esconde que está expectante sobre esta reabertura depois de dois meses de portas fechadas e vividos com angústia e incerteza. Espera, por isso, contar com o apoio dos clientes, não só para si, mas para todos os colegas do sector que atravessam tempos complicados.
“O apoio dos clientes vai ser muito importante neste arranque, não só para mim, mas para todos os restaurantes. Espero que as pessoas nos dêem um voto de confiança porque nós estamos a fazer de tudo para cumprir à risca as recomendações e regras da DGS”, refere.
Fernando Migaitas recorda que o sector da restauração já era obrigada a seguir apertadas regras de higiene e segurança alimentar. A grande novidade acaba por ser mesmo a redução de lugares disponíveis para garantir as distâncias de segurança.
“Estamos a cumprir todas as orientações da DGS. Queremos que os nossos clientes se sintam confortáveis e à vontade, que tenham confiança para nos visitarem e saborear a sua refeição”, diz.
O empresário nota ainda que os clientes precisam de se sentir num restaurante e não num hospital, pelo que a segurança tem de ser garantida criando um ambiente acolhedor que caracteriza a restauração.
Fernando Migaitas opta por abrir os restaurantes a meio tempo até ao final de Maio. É uma forma de apalpar o terreno e ver como é que os clientes aderem. Sabe que poderá haver dias sem atender ninguém, mas acredita que, regra geral, os clientes vão começara a regressar e, pouco a pouco, a normalidade vai ser reposta.
Aos colegas do sector deixa uma mensagem de esperança: “não entrem em desespero. vai haver dias em que não vamos ter clientes, mas vamos viver um dia de cada vez e conquistar a confiança dos consumidores”.
Sobre o período de encerramento realça que configurou uma forte machadada para o sector: de portas fechadas não facturou. Considera que o Governo “foi pobre” nas medidas de apoio ao sector e espera que possam surgir mais ajudas.
Elogia a Câmara Municipal de Braga por permitir o alargamento das esplanadas e isentá-las de taxas. “Já é uma ajuda preciosa”, admite.
E à Câmara Municipal de Braga deixa precisamente uma sugestão: “como não vai haver festas de São João, por que não permitir a realização de sardinhadas pela cidade, cumprindo as regras de distanciamento, obviamente?”. Diz que seria uma forma de ajudar a restauração.
Da mesma forme sugere que se mantenha a noite branca, nem que seja de modo simbólico. “Poderia ser, por exemplo, em Outubro e dando palco aos artistas da cidade que também precisam de ser apoiados”, sugere.
O empresário considera importante manter os eventos que dinamizam a cidade até para ajudar a reconquistar a confiança das pessoas nos espaços públicos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho