Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Mercado de Sabores dinamiza a economia do concelho dos Arcos
Almada Negreiros na Biblioteca Pública de Braga

Mercado de Sabores dinamiza a economia do concelho dos Arcos

Guimarães não desiste de ser Capital Verde

Cávado

2017-03-19 às 15h15

Miguel Viana

MOSTRA de produtos locais e fim-de-semana gastronómico dedicado à Carne de Cachena dão a conhecer a gastronomia e o património arcuense.

O Campo do Trasladário acolhe, este fim-de-semana, a Feira de Artesanato e Mercado de sabores. A iniciativa insere-se na programação do Fim-de- Semana Gastronómico dedicado à Carne da Cachena e arroz de feijão tarrestre.
O objectivo, explicou João Manuel Esteves, presidente da Câmara Municipal dos Arcos de Valdevez, é dinamizar e promover a gastronomia e a economia locais. “Todos os anos apostamos na gastronomia para promover o concelho. Nós temos uma excelente gastronomia e durante o ano temos seis momentos importantes para promover a gastronomia. Os fins-de-semana gastronómicos e esta feira são um deles”, disse o autarca arcuense.
Os enchidos e os vinhos arcuenses são os produtos em destaque na feira, a par da carne de cachena servida em muitos dos restaurantes do concelho que aderiram ao ‘Fim-de Semana Gastronómico’, organizado pelo Turismo do Porto e Norte de Portugal. “Temos um conjunto enorme de restaurantes a servir a carne de cachena que já motivou a criação da Confraria da Cachena, tudo acompanhado com vinho verde”, sugeriu João Manuel Esteves.
A par da gastronomia foi criado um programa lúdico-cultural que leva os visitantes a visitar vários pontos do concelho. Exemplo disso são as “centenas de pessoas que já passaram pela Porta do Mezio (no Parque Nacional da Peneda-Gerês), ou pela Rota das Adegas, com animação popular”, disse o autarca.
No Paço de Giela foi instalada uma mesa onde os visitantes podem posar como se fossem D. Afonso Henriques sentado a uma mesa (num quadro desenhado) e degustar algum fumeiro.
O programa de hoje prevê, além da feira, a realização do Trilho do Pequeno Tibete, uma mostra de raças autóctones (na Porta do Mezio) e um ‘showcooking’ de Bolo de Mel no Campo do Trasladário. A tarde está reservada para o ‘showcooking Sabores do Vez’, composto por um ‘coctail de Enchidos’e Carne de Cachena em Cama de Legumes’ (confeccionados pelos alunos da EPRALIMA), uma visita guiada à Porta do Mezio, e pela actuação da Orquestra Eclipse, no Baile Popular.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.