Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Memórias da Cidade Europeia do Desporto perpetuadas em livro
Tradições do concelho saíram em cortejo

Memórias da Cidade Europeia do Desporto perpetuadas em livro

Semana do Teatro de Famalicão dedicada à infância e à juventude

Memórias da Cidade Europeia do Desporto perpetuadas em livro

Braga

2019-05-14 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Luís Vieira retratou em mais de duzentos mil momentos Braga Cidade Europeia do Desporto. Parte dessa memória está registada em livro e patente numa exposição.

Uma parte das mais de 200 mil fotografias tiradas pelo fotógrafo Luís Vieira aos inúmeros eventos de Braga Cidade Europeu do Desporto estão registada num livro ontem apresentado no espaço ‘Liberdade Street Fashion’, local onde está patente uma exposição fotográfica que retrata alguns dos melhores momentos de um programa que envolveu o concelho durante o ano de 2018.
No lançamento de ‘CED 2018 – E ninguém nos vai parar!’, o presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio, declarou que a iniciativa vem dar sequência a um ano extraordinário que a cidade viveu.

“Foi um ano de enorme vitalidade e energia com uma programação intensa de eventos desportivos que deixam um legado inestimável e irão marcar os anos vindouros”, afirmou o edil, confessando que, passada a CED, se vai “sentindo no dia-a-dia o estímulo contínuo à prática desportiva por parte dos cidadãos e o crescimento de muitos eventos de diversas modalidades”.
O livro de Luís Vieira, com coordenação editorial de Sofia Araújo, “ é uma forma de perpetuar, de uma forma material, a exaltação que todos vivemos”, afirmou o fotógrafo.

Braga Cidade Europeia do Desporto em 2018 contou com 612 eventos desportivos de 80 modalidades, que envolveram 234 entidades, mais de 120 mil atletas e cerca de 355 mil espectadores, dados que contribuíram para que Braga se destacasse das restantes 20 cidades que durante este ano ostentaram o título de Cidade Europeia do Desporto, com a atribuição do título de melhor Cidade Europeia do Desporto.
Luís Vieira recordou ontem 2018 como “um ano muito intenso”, com alguns fins-de-semana preenchidos com três ou quatro dezenas de eventos desportivos.
O fotógrafo realçou a experiência de ter fixado pela primeira muitos desportos na sua objectiva e o desafio de abordagens diferentes da que estava habituado enquanto fotojornalista.

Sameiro Araújo, vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Braga, entende que “é um orgulho para a cidade de Braga lançar este livro e esta exposição para perpetuar na memória dos bracarenses a melhor CED de sempre”.
A autarca considerou que 2018 deixou “um legado extrema-mente válido” no que respeita à promoção da prática desportiva.
“Não nos queremos limitar a organizar grandes eventos desportivos, mas também generalizar a prática do desporto”, defendeu, reconhecendo os que “os comportamentos não se mudam de um dia para o outro”.
“A CED foi o reconhecimento de Braga como exemplo europeu a seguir na promoção do desporto”, concluiu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.