Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Media Arts ‘ocupam’ edifício do GNRation
Metade dos alunos do D. Diogo obteve 20 valores no exame nacional de Matemática

Media Arts ‘ocupam’ edifício do GNRation

Viana: Cemitério de Darque com obras de ampliação

Media Arts ‘ocupam’ edifício do GNRation

Braga

2019-12-12 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

A CIDADE de Braga afirma-se no campo das Media Arts com apostas várias que promove como o OCUPA - uma mostra de música electrónica e arte digital, que se realiza pela quarta vez, e que nesta edição vai ‘ocupar’ o edifício do GNRation.

A arte digital e a música electrónica estão a ganhar cada vez mais adeptos em Braga. O GNRation tem servido de palco privilegiado para muitos artistas locais potenciarem as suas criações, mas também para receber o que de melhor se faz a nível internacional e é isso mesmo que vai acontecer no próximo sábado, com a 4.ª edição do OCUPA, que vai contar com a presença do francês Vincent Moon e da brasileira Priscilla Telmon.
Esta é já a quarta edição do OCUPA - uma mostra de arte digital e de música electrónica, dinamizada pela cooperativa bracarense AUAUFEIOMAU, que já ocupou espaços como o Theatro Circo e que desta vez decorre no GNRation, com o apoio da Câmara Municipal de Braga.
Trata-se de um mini-festival de música electrónica e arte digital, que vai ter lugar durante toda a tarde e noite de sábado, com quatro concertos, conversas com artistas, performances e masterclasses.
Rafael Vale, da cooperativa AUAUFEIOMAU e músico dos Mão Morta, é um dos mentores do OCUPA, que indica que a ideia central passa pela ocupação de um edifício durante um dia em que se mostra essencialmente aquilo que se está a fazer na área da arte digital e música electrónica em Braga. “No fundo é uma mostra do ‘estado da arte’”, disse, considerando que tanto as dez edições do Semibreve - Festival de Música Electrónica como o OCUPA foram alguns dos projectos que levaram Braga a ostentar o título de ‘Cidade Criativa da UNESCO para as Media Arts’.
Mas não só. Rafael Vale destaca também o papel desempenhado por instituições na região como o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave pela aposta em cursos criativos em áreas como o multimédia e a animação digital. “Tanto a arte digital como a música electrónica são áreas que estão a ganhar muito interesse, não só em Braga e no país, mas lá fora também, e, sem dúvida, que há cada vez mais pessoas a trabalhar nestas vertentes e para um público que está também a crescer e que é aberto àquilo que é novo porque estas são essencialmente áreas de exploração artística”.
Para Luís Fernandes, programador artístico do GNRation, o OCUPA, além de promover a criação e produção de arte digital e música electrónica, serve também para “afirmar Braga enquanto cidade criativa da UNESCO para as Media Arts”.
“O OCUPA é uma espécie de mini-festival de um dia que mostra a actividade de artistas da cidade e da região no domínio da arte digital e música electrónica - que são áreas em que se tem notado um grande crescimento e interesse”, referiu o programador, indicando que “há cada vez mais pessoas a trabalhar neste ramo”.
O GNRation tem garantido o apoio aos artistas locais e Luís Fernandes diz que o OCUPA é também prova disso, uma vez que tem muitos artistas bracarenses envolvidos no próprio programa, tal como acontece também com os Laboratórios de Verão, cujos projectos de criação desenvolvidos são apresentados durante a Noite Branca de Braga.
Refira-se, ainda, que para além da criação do Serviço Educativo para as Media Arts e do Index - um evento que se dedica especialmente à relação entre arte e tecnologia e do Festival de Música Electrónica ‘Semibreve’, o programador artístico do GNRation diz que Braga está a promover as media arts a vários níveis, assinalando, por exemplo, o facto de a própria Universidade do Minho ter apostado também na criação de um Mestrado Media Arts.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho