Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Mariana Machado e Paulo Rosário precisam de marca para ‘Europeu’
Embalagens de plástico ‘tornam-se’ donativos

Mariana Machado e Paulo Rosário precisam de marca para ‘Europeu’

Pandemia continua a desagravar-se

Mariana Machado e Paulo Rosário precisam de marca para ‘Europeu’

Desporto

2021-01-26 às 21h01

Rui Serapicos Rui Serapicos

Atletas do SC Braga têm tempo mínimo para os 1500 metros - Mariana também para os 3000, mas carecem de marca de confirmação. Para a obter têm prazo até 21 de Fevereiro.

Mariana Machado, nos 1500 e nos 3000 metros, e Paulo Rosário, nos 1500, são atletas do Sporting Clube de Braga com mínimos para os Campeonatos da Europa de Pista Coberta, que vão decorrer entre os dias 5 e 7 de Fevereiro em Torun, Polónia.
Portugal tem nesta altura 22 atletas com mínimos para participar naquela competição, mas a sua presença ainda carece de marca de confirmação, o que é o caso dos dois bracarenses.
Segundo os critérios definidos de selecção, que a Federação Portuguesa de Atletismo tornou públicos na semana passada, vinte e dois atletas lusos garantiram as marcas de qualificação.
No entanto, são apenas seis os que já cumpriram as marcas de referência que asseguram entrada na competição. Os que ainda não confirmaram presença em Torun têm até 21 de Fevereiro para carimbar o bilhete.
Auriol Dongmo, atleta lusa, de origem camaronesa (peso) do Sporting que em Dezembro até já obteve mínimos para os Jogos Olímpicos, ao lançar a 18,57 metros, sete centímetros acima do mínimo pedido pela Federação Portuguesa de Atletismo para os Jogos, adiados para 2021 devido à pandemia de Covid-19, considerada uma das melhores lançadoras de peso a nível mundial, é uma das que tem abertas as portas para o Europeu de Pista Coberta e mesmo a lusa que apresenta melhores credenciais.
Outra em bom forma e já com direito a ir competir à Polónia é Rosalina Santos, também do Sporting, que no Meeting Moniz Pereira, disputado Jamor obteve nada menos que a segunda melhor marca mundial do ano nos de 60 metros – 7,30 segundos. Este é o quarto melhor tempo português de sempre, atrás de Lucrécia Jardim (7,25), Lorene Bazolo (7,27) e Severina Cravid (7,30).
Com direito assegurado para viajar aos Europeus estão ainda Frederico Curvelo (60 metros), Carlos Nascimento (60 metros), Isaac Nader (800 metros) e Francisco Belo (peso). Isaac Nader também nos 1.500 metros tem mínimos. Com perspectivas de confirmar estão Yazaldes Nascimento e Diogo Antunes (60 metros), Raidel Acea (400 metros), Paulo Rosário (1.500 metros), João Vítor Oliveira (60 metros barreiras), Paulo Conceição (altura), Ivo Tavares (comprimento) e Pedro Pichardo e Nelson Évora (triplo), Lorene Bazolo (60 metros), Cátia Azevedo e Vera Barbosa (400 metros), Marta Pen (1.500 metros), Mariana Machado (1.500 e 3.000 metros), Patrícia Mamona e Evelise Veiga (triplo).

Deixa o teu comentário

Últimas Desporto

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho