Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
‘Março com Sabores do Mar’ tem autenticidade que turista quer
Torrestir distribui 1 milhão de luvas em instituições de idosos

‘Março com Sabores do Mar’ tem autenticidade que turista quer

Clubes não vão contratar quem rescindiu

‘Março com Sabores do Mar’ tem autenticidade que turista quer

Cávado

2020-02-28 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Vai já na 21.ª edição e pretende combater a sazonalidade e promover a gastronomia atlântica e os produtos locais. ‘Março com Sabores do Mar’ conta com iniciativas educacionais, culturais e ambientais.

Numa edição em que se pretende “ir ainda mais longe”, o presidente da Câmara Municipal de Esposende deixou ontem um desafio aos empresários da restauração que aderiram à 21.ª edição da iniciativa “Março com Sabores do Mar’: “façam do nosso território um território atractivo e com bom gosto, com infraestruturas e equipamentos de qualidade e um serviço atento e diferenciador, tentem seduzir os nossos visitantes para eles voltarem”. Benjamim Pereira aplaudiu ainda a “novidade maior” do programa deste ano, que vai envolver as comunidades imigrantes que escolheram Esposende para viver.
A edição deste ano da iniciativa ‘Março com Sabores do Mar’ conta com 39 restaurantes aderentes, sendo que 15 se vão sujeitar ao concurso. Juntam-se aos restaurantes 21 pastelarias, dois produtores de vinhos, Lacticínios de Marinhas, licores, cervejas e hortícolas.

O presidente da autarquia, que lembrou as “obras muito importantes” que vão avançar em breve no concelho, apelou ao “esforço partilhado” para promover “um território de excelência”, apostando-se no turismo de natureza, nos desportos náuticos, na cultura e na gastronomia.
Para o vice-presidente da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal, Inácio Ribeiro, começou por felicitar o município por esta “iniciativa de sucesso e de referência que apresenta o que tem de bom e novos elementos para promover o território”, destacando aqui ainda a “capacidade de acolher e bem receber”.

Inácio Ribeiro aplaudiu ainda a fotografia que integra o cartaz promocional da edição deste ano. José, Adelaide e Augusto mostram o melhor que Esposende põe à mesa: o polvo, o robalo e a lampreia. “Esta fotografia transmite a autenticidade e a genuinidade que os turistas procuram”, adiantou o vice-presidente, referindo que esta iniciativa “é mais uma pérola e a cereja em cima do bolo” para o Norte. O responsável da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal deixou o pedido: “continuem a fazer bem para que os turistas levem boas memórias e façam boas recomendações”.

Este projecto que já é “reconhecido”a nível nacional envolve “gastronomia, produtos locais, capacitação, educação, concursos, cooperação, promoção, cultura e ambiente”, referiu, entretanto, o vereador do Turismo da Câmara Municipal de Esposende, Sérgio Mano.
O vereador do Turismo aproveitou ainda para adiantar que o concelho teve um crescimento em 2019 de 7% em dormidas e de 6% em hóspedes, sendo a estada média de 2,2. “Desde 2015 duplicamos as dormidas e hóspedes. Sofremos da sazonalidade, mas cada vez menos, porque o período de época baixa está a diminuir”, avançou o vereador do Turismo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho