Correio do Minho

Braga,

- +
MAPEAR está revelar talentos das escolas
SC Braga Innovation Hub contou com 50 projectos e regressa em 2025

MAPEAR está revelar talentos das escolas

Jovem atropelado mortalmente por carro em corrida de rua

MAPEAR está revelar talentos das escolas

Braga

2022-04-23 às 14h00

Redacção Redacção

Dança abriu a MAPEAR – Mostra de Artes Performativas Escolar. Até 4 de Maio, certame envolve mais de 200 alunos de escolas do concelho.

Citação

O espectáculo de dança ‘Fragmentos’, apresentado pelo Agrupamento de Escolas de Maximinos, abriu com sucesso a primeira edição da MAPEAR. Esta Mostra de Artes Performativas Escolar, que se prolonga até 4 de Maio, surge na continuidade da Mostra de Teatro Escolar de Braga reflectindo agora um novo conceito artístico que envolve, além do teatro, os projectos do ensino artístico especializado, como a música, o canto e a dança.
No mesmo Espaço Vita já se apresentaram também, esta semana, o Estúdio de Ópera do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, com ‘Portugal UK-650’, e o Agrupamento de Escolas de Real com a peça de teatro ‘O Principezinho’.
Ao longo de três semanas, vão passar pelos palcos do Espaço Vita e do Centro de Juventude de Braga mais de 200 alunos, que vão apresentar nove produções que prometem uma viagem por diferentes autores e temas.
A participação na MAPEAR está reservada, em exclusivo, às escolas do concelho, para alunos inscritos do 2.º ciclo até ao secundário ou profissional, que possuam a disciplina de Teatro, Música ou Dança inseridas no currículo ou, como oferta de actividade extracurricular. A MAPEAR permite aos alunos actuarem em alguns palcos da cidade e terem acesso a todo o processo de produção que envolve a criação de um espectáculo, desde à sua génese até ao momento da apresentação final.
A 26 de Abril, o palco da MAPEAR passa para o Centro de Juventude de Braga, com o Agrupamento de Escolas Alberto Sampaio a apresentar, pelas 21.30 horas, a peça de teatro ‘Cruzamento Paralelo’. No dia seguinte, pelas 15.30 horas, o Agrupamento de Escolas André Soares apresenta a peça ‘Velas de Algodão’. No dia 29 , pelas 11.30 horas, é a vez do Agrupamento de Escolas de Celeirós levar à cena a peça ‘Eu não acredito em fadas, mas que as há, há’.
A cortina do Vita volta a abrir-se a 2 de Maio, às 21.30 horas, com o Colégio Luso Internacional de Braga a apresentar o teatro musical ‘La La Land’. No dia 3, às 15.30 horas, sobe ao palco do Centro de Juventude o Agrupamento Carlos Amarante, com a peça de teatro ‘Marias’. No dia 4, ‘Rafaela e Julieta – Um Amor (Im)possível’, pelo Agrupamento de Escolas Trigal de Santa Maria, é apresentada às 11 horas, no Centro de Juventude.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho