Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Manuel Fernandes quer ‘Unir para Consolidar’ Centro de Santo Adrião
Retificação do entroncamento da Rua das Senras com a Cruz Marmoiral em Revelhe

Manuel Fernandes quer ‘Unir para Consolidar’ Centro de Santo Adrião

Obras nas vias melhoram segurança rodoviária

Manuel Fernandes quer ‘Unir para Consolidar’ Centro de Santo Adrião

Braga

2020-09-24 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Ex-tesoureiro do Centro Cultural e Social de Santo Adrião é candidato à direcção da instituição. Como opositor terá João Sousa que renunciou ao cargo nos dois últimos actos eleitorais em 2020.

É num contexto divergências internas que decorrem esta sexta-feira as eleições para a direcção do Centro Cultural e Social de Santo Adrião (CCSSA).
Este é já o terceiro acto eleitoral no corrente ano de 2020, após o presidente eleito, João Sousa, ter renunciado ao cargo por duas vezes.
João Sousa vai voltar a encabeçar um nova lista - A - que se apresenta a sufrágio no final da semana, tendo como opositor Manuel Fernandes, que encabeça a lista B, tesoureiro da instituição entre 2016 e 2019 e membro da direcção de 2013 a 2019.

‘Unir para Consolidar’ é o lema da candidatura de Manuel Fernandes que traçou um plano de acção ambicioso para os próximos quatro anos.
Dos 22 pontos que integram o plano, o candidato destaca o projecto ‘Asas para Voar’ que emergiu no seio da direcção de que fez parte e ao qual quer dar continuidade. O projecto tem como missão dar apoio às famílias com crianças com necessidades especiais. “Precisamos de construir um espaço adequado e digno que possa acolher estas crianças e apoiar as suas famílias”, adianta Manuel Fernandes, dando conta que este apoio funciona actualmente num espaço improvisado, um polivalente, que acolhe 14 crianças.

O novo espaço deverá nascer numa das salas de ATL situadas no segundo piso do edifício-sede da CCSSA. “Tínhamos dificuldades em chegar lá porque não havia elevador, mas neste momento já temos um a funcionar e que em breve será objecto de inauguração”, revela o candidato, acrescentando que esta conquista resultou de uma parceria com a empresa ‘Schindler,’ processo intermediado pelo então vereador da câmara de Braga, Firmino Marques. “As crianças já têm acesso ao segundo andar do prédio. Agora vamos trabalhar no sentido de adequar aquilo que é uma sala de aula num espaço direccionado às necessidades destas crianças”, continua Manuel Fernandes.
Concentrar os serviços de infância (Creche e Jardim de Infância) no polo 1 é outro dos desafios que o candidato pretende colocar em prática. “Olhando para a estrutura do Centro de Santo Adrião percebemos que há alguma dispersão de serviços que nos conduz a alguns níveis de ineficiência”, diz Manuel Fernandes. Este é um objectivo que vai de encontro a um dos motes da sua campanha ‘Mais Qualidade, Menos desperdício’.

De acordo com o candidato da Lista B a dispersão dos serviços traduz-se em alguns constrangimentos, apontando o exemplo do serviço de refeições que são distribuídos a partir do edifício sede onde está situada a cantina.
A intenção é alargar o pólo 1, situado muito próximo do edifício-sede, albergando todos os serviços da infância. “Temos condições não só para requalificar o espaço existente, como também para ampliá-lo, levando que se concentre aí a Creche e o Jardim de Infância, fornecendo às crianças e famílias um serviço com mais qualidade”, diz.

O Serviço de Apoio Domiciliário, que actualmente fornece uma média de meio milhar de refeições diárias, também merecerá uma atenção especial do candidato, que pretende reforçá-lo. “Queremos melhorar a qualidade das refeições e o acondicionamento de forma a que cheguem a casa dos utentes em óptimas condições”, afirma Manuel Fernandes, avançando que se ganhar as eleições uma das acções imediatas será intervir no espaço da cozinha da instituição e na equipa que a constitui por forma a dar mais qualidade às refeições aí confeccionadas.
Criada em 1983, o CCSSA conta actualmente com cerca de meio milhar de utentes distribuídos pelas várias valências, que vão desde a Infância à Terceira Idade.

“2019 foi um ano desgastante”

Manuel Fernandes diz que o CCSSA tem vindo a viver anormalidades que resultam do “comportamento inexplicável daquele que foi o seu timoneiro e fundador”, assim como das suas “incompreensíveis duas renúncias ao cargo a que foi eleito” - em Janeiro e Maio, respectivamente - alegando que em jogo estão razões de ordem “meramente pessoal, de defesa descontrolada dos interesses da família acima dos interesses dos associados e utentes do CCSSA, e de uma inconstância mental” que têm trazido “prejuízos directos” ao normal funcionamento do centro.

O cabeça da lista B revela que o último ano da anterior direcção, à qual pertencia, foi muito “desgastante”, com divergências pessoais e que isso foi o motivo pelo qual somente um elemento aceitou integrar a nova lista. “Quem renuncia duas vezes é porque não tem um projecto para a instituição”, diz o candidato da lista B, argumentando que “há um propósito pessoal na candidatura de João Sousa que é “manter a associação como barriga de aluguer dos interesses da família Sousa”, acreditando numa nova renúncia do candidato da lista A “para levar o seu genro, que também integra a lista, a presidente da direcção, perpetuando os interesses da família”.

Quanto às eleições que decorrem esta sexta-feira, o candidato diz que poderão não ser um acto “equilibrado e justo”, adiantando que a lista A se susbstituiu ao pagamento de cotas de muitos associados.
“Há dois meses o nosso nível de associados activos andava à volta de cento e pouco. Neste momento são 550. Têm chegado aos serviços administrativos comprovativos de pagamentos. Há aqui um sindicato de votos a elementos associados à outra lista, elementos da própria família”, diz Manuel Fernandes, apelando a uma reflexão dos associados na hora de votar.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho