Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Mais de 300 canoístas disputam ‘nacional’ em Ponte de Lima
Noites Musicais da Arcada celebram a cultura brasileira

Mais de 300 canoístas disputam ‘nacional’ em Ponte de Lima

Mais de meia centena de assistentes operacionais reforçam apoio às escolas

Desporto

2018-06-13 às 06h00

Redacção

Sábado e Domingo mais de trinta clubes, representados por cerca de três centenas de canoístas, vão disputar em Ponte de Lima o campeonato nacional de maratonas de canoagem.

Ponte de Lima volta a acolher, no próximo fim de semana, o Campeonato Nacional de Maratona de Canoagem. Sábado e domingo, são esperados em competição mais de três centenas de atletas, pertencentes a mais de trinta clubes náuticos.
Sábado, decorrem as provas de K1 e C1. No domingo, haverá provas de embarcações K2 e C2.
Estas competições, onde serão conhecidos os novos campeões nacionais da especialidade, estão abertas a canoístas das categorias sénior, júnior e veterano.
As provas, que vão ser disputadas no segmento do rio compreendido entre as pontes medieval e N.ª Sr.ª da Guia, vão ser organizadas pela Federação Portuguesa de Canoagem, em parceria com o Município e o Clube Náutico de Ponte de Lima (CNPL), colectividade esta que é detentora do título nacional colectivo, enquanto muitos dos seus atletas, entre os quais Joana Marinho Sousa e Duarte Lacerda, que vão competir “em casa” vão procurar revalidar o títulos individuais

Segundo João Carlos Brandão Gonçalves, presidente do CNPL, há “razões mais que suficientes para que muito público possa acompanhar a maior competição nacional de maratona.
Desde a zona da portagem, onde os atletas passam em terra carregando as suas embarcações, às duas margens do rio, ou a partir das pontes, de onde também pode ser acompanhada grande parte do percurso.”
O Município de Ponte de Lima celebrou com com o Clube Náutico (CNPL), um protocolo no sentido de apoiar financeiramente a realização do Campeonato que traz ao Rio Lima os melhores especialistas nacionais de maratona, refere a autarquia, em comunicado, explicando que na base deste protocolo e subjacente apoio financeiro por parte do Município, está o objectivo de promover nacional e internacionalmente o CNPL, a vila de Ponte de Lima, e respectivos, equipamentos, infraestruturas e recursos hídricos associados à prática da modalidade, que nos últimos anos tem vindo a ser alvo de investimentos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.