Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
‘Romã’ apresenta o primeiro evento stopmotion no Minho
Esposende distingue D. Jorge Ortiga com a mais alta condecoração municipal

‘Romã’ apresenta o primeiro evento stopmotion no Minho

Vieira do Minho: Apreensão de 503 artigos contrafeitos

‘Romã’ apresenta o primeiro evento stopmotion no Minho

Ensino

2014-01-14 às 06h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

Chama-se Romã o primeiro evento de stopmotion na região do Minho. O conceito do ‘Romã’ vai ser apresentado no próximo dia 25 de Janeiro na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.

‘Romã’ é o primeiro evento de stopmotion realizado no Minho. Este evento resultou de um projecto desenvolvido pelos alunos do Mestrado em Média Interactivos da Universidade do Minho.
O conceito do ‘Romã’ nasceu em Outubro e vai ser apresentado ao público no próximo dia 25 de Janeiro na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.

O evento consistirá numa mostra de filmes realizados em stopmotion, quer profissionais quer amadores, de forma a dar a conhecer esta forma de arte. A anteceder o evento do dia 25, vai ter lugar um workshop sobre como se faz um filme em stopmotion.

Durante a elaboração do projecto, os alunos inquiriram alguns bracarenses na rua sobre o que é afinal o ‘stopmotion’ e a maioria disse desconhecer, porém o mais provável é que já tenham visto alguma animação feita com a técnica chamada de ‘stopmotion’. Trata-se de uma técnica bastante usada por gigantes do entretenimento como a Disney e também na criação de animações caseiras.

Usada tanto em desenhos animados como em filmes, esta técnica é bastante difundida no meio cinematográfico que utiliza a disposição sequencial de fotografias diferentes de um mesmo objecto inanimado para simular o seu movimento. Estas fotografias são chamadas de quadros e normalmente são tiradas de um mesmo ponto, com o objecto sofrendo uma leve mudança de lugar, afinal é isso que dá a ideia de movimento.

Cientificamente falando, o Stop Motion só é compreendido como movimentação pelo fenómeno da ‘Persistência Retiniana’. Ele provoca a ilusão no cérebro humano de que algo se move continuamente quando existem mais de 12 quadros por segundo. Na verdade, o movimento desta técnica cinematográfica nada mais é que uma ilusão de óptica.

Sobre o conceito do Romã, Paulo Salgado, professor orientador do projecto explica que “o fruto da romã é constituído por pequenas peças que se assemelham às múltiplas imagens utilizadas no stopmotion”. Para além desta associação, segundo o docente “se retirarmos o til à palavra ‘romã’ temos Roma que tem uma associação forte a Braga e Romã ao contrário lê-se amor. Há aqui um jogo de palavras e associações que conduziram à escolha da palavra ‘Romã’. Para Paulo Salgado o objectivo subjacente a este trabalho foi proporcionar aos alunos uma experiência prática, criando algo de novo na cidade de Braga”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.