Correio do Minho

Braga, terça-feira

‘Executivo Júnior’ aproxima junta e escolas
Cabreiros e Águias das Graça empatam em jogo sem golos

‘Executivo Júnior’ aproxima junta e escolas

Primeiro disco de Quadra tem ante-estreia em Guimarães

Ensino

2017-04-21 às 06h53

Marlene Cerqueira

‘EXECUTIVO JÚNIOR’ arrancou ontem na EB 1 do Bairro Duarte Pacheco. Iniciativa da Junta de S. Victor pretende estimular a educação para a cidadania e a aproximar a a autarquia local das escolas.

Os alunos da Escola EB 1 do Bairro Eng. Duarte Pacheco aproveitaram a tomada de posse do seu ‘Executivo Júnior’, ontem de manhã, para sensibilizar a Junta de Freguesia de S. Victor para algumas necessidades do estabelecimento de ensino, nomeadamente a instalação de sirenes luminosas, uma vez que esta escola é frequentada por muitos alunos surdos.
Computadores mais actuais, impressoras, quadros interactivos, uma rampa para a entrada da escola e pintar as paredes interiores do estabelecimento de ensino são outras necessidades que Gabriela Lopes, aluna do 4.ºA, transmitiu a Ricardo Silva, presidente da Junta e a Júlio Almeida, que na sessão representou o Agrupamento de Escolas D. Maria III, onde se integra esta escola.
Ricardo Silva tomou nota dos pedidos. Evidenciou que não é possível resolver tudo “da noite para o dia”, mas prometeu empenho para dar resposta às solicitações que lhe foram apresentadas.
Coube precisamente a Ricardo Silva empossar a Lista Lista A, liderada por Gabriela Lopes, que venceu a eleição para o ‘Executivo Júnior’ realizada nesta escola a 31 de Março.
O autarca realçou que esta iniciativa pretende estimular a educação para a cidadania, mostrando às crianças como trabalha uma Junta de Freguesia, o seu executivo e qual a sua função, e também aproximar a Junta de Freguesia das escolas.
Ricardo Silva realçou e louvou o facto de o ‘Executivo Júnior’ da EB 1 do Bairro Duarte Pacheco ser liderado por uma aluna, uma vez que não é muito frequente ter mulheres nas presidências das juntas e das câmara municipais.
À Gabriela, neste ‘Executivo Júnior’ juntam-se ainda os alunos Eloah (3.ºA) como vice-presidente, Alexandre (3.º A) como secretário, e Pedro Alves (4.ºB) como tesoureiro. Os vogais são Natanael (3.ºA), Guilherme (4.ºA) e Eduarda (4.ºA).
Júlio Almeida considerou que esta iniciativa da Junta de Freguesia “é uma das melhores formas de celebrar o 25 de Abril”, na medida em que permite aos alunos compreenderem as competências de uma Junta de Freguesia e do seu executivo.
Disse ainda que esta iniciativa vai de encontro aos objectivos orientadores do projecto educativo do agrupamento que tem muitas referências à formação de cidadãos.
Após a tomada de posse, o ‘Executivo Júnior’ reuniu com professores, associação de pais e com o ‘executivo sénior’, com quem passou o dia.
De tarde, destacam-se as reuniões com associações de moradores, PSP, Cruz Vermelha e outras instituições que fazem parte da vida desta freguesia onde habitam 30 mil pessoas.
“Estes alunos vão ter a oportunidade de sentir o pulsar da freguesia e de conhecer melhor a realidade local”, complementou Ricardo Silva.
No final do dia, os alunos teriam de decidir onde investir os 200 euros com que a Junta de Freguesia contempla cada escola no âmbito desta iniciativa ‘Executivo Júnior’.
A escolha seria entre uma impressora para cada sala, um projector ou um tablet.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.