Correio do Minho

Braga, quarta-feira

‘Espectáculo dos Sonhos’ no palco da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão
Theatro Circo acolhe cerimónia de abertura da CED Braga2018

‘Espectáculo dos Sonhos’ no palco da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

Três nadadores do SC Braga dominaram pódio na Maia

Vale do Ave

2016-12-07 às 10h13

Redacção

O auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão transformou-se ontem num palco onde foram concretizados muitos sonhos. O Carlos foi um dos que teve oportunidade de realizar uma aspiração antiga: cantar o fado. Foi no decorrer do ‘Espectáculo dos Sonhos’, iniciativa que assinalou o Dia da Pessoa com Deficiência. Carlos cantou perante um auditório lotado. E cantou o seu fado. O fado de alguém que luta contra o preconceito e que quer fazer ver à sociedade que o rótulo de “deficiente” é injustamente conotado como algo negativo.

O auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão transformou-se ontem num palco onde foram concretizados muitos sonhos. O Carlos foi um dos que teve oportunidade de realizar uma aspiração antiga: cantar o fado. Foi no decorrer do ‘Espectáculo dos Sonhos’, iniciativa que assinalou o Dia da Pessoa com Deficiência.
Carlos cantou perante um auditório lotado. E cantou o seu fado. O fado de alguém que luta contra o preconceito e que quer fazer ver à sociedade que o rótulo de “deficiente” é injustamente conotado como algo negativo.

O Carlos foi uma das muitas pessoas que esta terça-feira subiram ao palco do grande auditório da Casa das Artes, num espectáculo dinamizado pelo encenador João Negreiros.
O momento contou com a participação de três instituições concelhias de apoio à deficiência — a ACIP, a APPACDM e o Centro Social e Paroquial de Ribeirão — e foi produzido no âmbito do projecto municipal ‘EnvolvArte’, promovido pelo pelouro da Cultura da autarquia e que visa o desenvolvimento das habilidades pessoais e sociais da pessoa com deficiência através da arte, especificamente com o teatro e a música.

Ainda no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (efeméride que se celebra a 3 de Dezembro), assinalado este ano em Vila Nova de Famalicão sob o lema ‘Não é estranho ser diferente, o estranho é ser indiferente’, a Escola Secundária Camilo Castelo Branco recebe hoje um desfile de moda intitulado ‘Moda Improvável 3G’, promovido no âmbito do projecto Contrato Local de Desenvolvimento Social - CLDS 3G.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.