Correio do Minho

Braga,

- +
‘Ave mais Solidário’no combate à pobreza
Bacalhau, picanha e costelinha ‘barbecue’ para saborear no Estação 63

‘Ave mais Solidário’no combate à pobreza

Aprovado projeto do Mercado Municipal de Esposende

‘Ave mais Solidário’no combate à pobreza

Vale do Ave

2010-05-27 às 06h00

Vera Batista Martins Vera Batista Martins

Realiza-se hoje o primeiro fórum promovido no âmbito do projecto ‘Ave Mais Solidário’, que abrange os municípios de Guimarães, Famalicão, Fafe, Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho e Vizela. Fórum realiza-se no Centro de Estudos Camilianos, em Famalicão.

Seis concelhos da região do Ave viram aprovado o projecto ‘Ave Mais Solidário’, fruto de uma candidatura ao Programa Nacional do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social 2010.
A iniciativa visa assinalar o Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social e resulta do desafio lançado aos municípios pelo Núcleo Distrital de Braga da Rede Europeia Anti Pobreza (REAPN), no âmbito da Plataforma Territorial Supraconcelhia do Ave/Rede Social.
Estruturado em duas fases, o projecto visa a promoção de fóruns e a dinamização de acções práticas destinadas a assinalar o Ano Europeu de Comba-te à Pobreza e à Exclusão Social.
Numa primeira fase, realizam-se dois fóruns interconcelhios sob o tema ‘Governança e participação dos diferentes actores’.

O primeiro fórum realiza-se hoje, a partir das 9.30 horas, no Centro de Estudos Camilianos, em S. Miguel de Seide, e junta os concelhos de Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Vizela.
Durante o fórum, os parceiros vão reflectir em torno da importância e das práticas existentes de participação social e cívica das pessoas em situação de pobreza e exclusão social. O objectivo deste primeiro fórum é reafirmar a cultura de cidadania/democracia participativa.
No dia 16 de Junho, o Centro Cultural de Vieira do Minho reúne os concelhos de Fafe, Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho para o segundo fórum.Cada concelho far-se-á representar por 18 elementos.

A iniciativa tem como destinatários os beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI), dirigentes e técnicos de entidades públicas e privadas com responsabilidades directas ou indirectas no combate à pobreza e à exclusão social.
Numa segunda fase, a coincidir com o segundo semestre do ano, em cada concelho que integra a parceria deste projecto, vão ser dinamizadas diversas acções para assinalar o Ano Europeu.
Em Vizela, para meados de Outubro, está prevista a realização de uma marcha que irá percorrer vários pontos, através da mobilização das várias entidades, públicas e privadas, do concelho, com responsabilidades directas ou indirectas no combate à pobreza e à exclusão social, designadamente as escolas e as instituições particulares de solidariedade social.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.