Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Livro mostra 35 anos de carreira de artista alemão residente em Portugal
Uma louca aventura nos nacionais

Livro mostra 35 anos de carreira de artista alemão residente em Portugal

Rota das Colheitas arrancou com grande adesão popular  

Livro mostra 35 anos de carreira de artista alemão residente em Portugal

Braga

2021-07-22 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Volker Schnuttgen escolheu Portugal para residir e trabalhar, devido à facilidade em encontrar matéria-prima para os trabalhos de escultura: o granito. Livro integra plano de edições do grupo dst, através da zet gallery.

Citação

‘Volker Schnüttgen_Obra/Work: 2021’ é o tema do livro da autoria de Helena Mendes Pereira e Bárbara Forte, que ontem foi apresentado no ‘Espaço dst’ da Feira do Livro.
A publicação assinala os 35 anos de vida artística do escultor alemão, 30 dos quais foram passados em Portugal.
“É um livro retrospectivo que a zet gallery e o grupo dst lançaram em Janeiro, sobre o escultor alemão Volker Schnüttgen, que trabalha com o grupo dst há muitos anos. Como ele fez 60 anos em Janeiro, tinha 30 anos de carreira em Portugal e 35 no total, achamos por bem proporcionar a edição de um livro retrospectivo, que contempla toda a sua carreira”, explicou Helena Mendes Pereira, autora do livro e directora da zet gallery.
A publicação tem por base uma exposição retrospectiva do artista , que decorreu na Sala Comum da Reitoria da Universidade do Porto.
O livro integra o plano de divulgação que a zet gallery tem feito sobre vários autores e artistas. “Desde Novembro do ano passado já fizemos três edições de luxo, que é uma área em que estamos a investir e a trabalhar”, disse Helena Mendes Pereira.
A ligação do grupo dst ao artista resulta do facto de Volker Schnüttgen trabalhar a pedra, sobre tudo o granito.
O artista mostrou-se surpreendido com a qualidade da obra apresentada.
“Até eu próprio fiquei surpreendido. Achei um livro tão grande (442 páginas), que é um reflexão do meu próprio trabalho. Escolhia as fotos junto com a Bárbara Forte. Nunca pensei que tivesse tantas obras”, disse o artista.
Volker Schnüttgen destacou que Portugal tem boas “condições e uma diversidade de pedras e rochas, que não se compara com a Alemanha. Sobre tudo também tem uma grande história. O Inverno também dá para trabalhar na rua e assim criei as raízes aqui”.
O livro pode ser encontrado na zet gallery e na Reitoria da Universidade do Porto e será distribuído em breve.
Bárbara Forte explicou todo o processo de escolha de fotografias e de grafismo das páginas, incluindo a capa do livro.
“Volker Schnüttgen tinha o trabalho muito bem organizado. Tinha fotografias muito bonitas e com as quais eu me identifiquei. Na capa, a pedra de granito foi a primeira hipótese e a escolhida, daí a cor ser o cinzento. É um livro que valoriza a arte”, explicou Bárbara Forte.
Volker Schnüttgen nasceu em Attendorn, na Alemanha. Em 1982 iniciou os estudos de Escultura e Gravura na Universidades de Artes de Bremen. Foi aluno e professor da Universidade do Porto.
Na região do Minho, participou em 2011 na exposição ‘Quatro Locais de Silêncio”, que decorreu no Palácio da Brejoeira (Monção).
Além de Portugal e da Alemanha, o artista já participou em exposições na Polónia, Suécia, Irão, Moçambique e Estados Unidos da América.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho