Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Livro mostra 35 anos de carreira de artista alemão residente em Portugal
SC Braga equaciona com a DGSo regresso dos adeptos aos estádio já na Supertaça

Livro mostra 35 anos de carreira de artista alemão residente em Portugal

Alunos da Escola Secundária D. Sancho I premiados no Programa Jovens Repórteres para o Ambiente

Livro mostra 35 anos de carreira de artista alemão residente em Portugal

Braga

2021-07-22 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Volker Schnuttgen escolheu Portugal para residir e trabalhar, devido à facilidade em encontrar matéria-prima para os trabalhos de escultura: o granito. Livro integra plano de edições do grupo dst, através da zet gallery.

‘Volker Schnüttgen_Obra/Work: 2021’ é o tema do livro da autoria de Helena Mendes Pereira e Bárbara Forte, que ontem foi apresentado no ‘Espaço dst’ da Feira do Livro.
A publicação assinala os 35 anos de vida artística do escultor alemão, 30 dos quais foram passados em Portugal.
“É um livro retrospectivo que a zet gallery e o grupo dst lançaram em Janeiro, sobre o escultor alemão Volker Schnüttgen, que trabalha com o grupo dst há muitos anos. Como ele fez 60 anos em Janeiro, tinha 30 anos de carreira em Portugal e 35 no total, achamos por bem proporcionar a edição de um livro retrospectivo, que contempla toda a sua carreira”, explicou Helena Mendes Pereira, autora do livro e directora da zet gallery.
A publicação tem por base uma exposição retrospectiva do artista , que decorreu na Sala Comum da Reitoria da Universidade do Porto.
O livro integra o plano de divulgação que a zet gallery tem feito sobre vários autores e artistas. “Desde Novembro do ano passado já fizemos três edições de luxo, que é uma área em que estamos a investir e a trabalhar”, disse Helena Mendes Pereira.
A ligação do grupo dst ao artista resulta do facto de Volker Schnüttgen trabalhar a pedra, sobre tudo o granito.
O artista mostrou-se surpreendido com a qualidade da obra apresentada.
“Até eu próprio fiquei surpreendido. Achei um livro tão grande (442 páginas), que é um reflexão do meu próprio trabalho. Escolhia as fotos junto com a Bárbara Forte. Nunca pensei que tivesse tantas obras”, disse o artista.
Volker Schnüttgen destacou que Portugal tem boas “condições e uma diversidade de pedras e rochas, que não se compara com a Alemanha. Sobre tudo também tem uma grande história. O Inverno também dá para trabalhar na rua e assim criei as raízes aqui”.
O livro pode ser encontrado na zet gallery e na Reitoria da Universidade do Porto e será distribuído em breve.
Bárbara Forte explicou todo o processo de escolha de fotografias e de grafismo das páginas, incluindo a capa do livro.
“Volker Schnüttgen tinha o trabalho muito bem organizado. Tinha fotografias muito bonitas e com as quais eu me identifiquei. Na capa, a pedra de granito foi a primeira hipótese e a escolhida, daí a cor ser o cinzento. É um livro que valoriza a arte”, explicou Bárbara Forte.
Volker Schnüttgen nasceu em Attendorn, na Alemanha. Em 1982 iniciou os estudos de Escultura e Gravura na Universidades de Artes de Bremen. Foi aluno e professor da Universidade do Porto.
Na região do Minho, participou em 2011 na exposição ‘Quatro Locais de Silêncio”, que decorreu no Palácio da Brejoeira (Monção).
Além de Portugal e da Alemanha, o artista já participou em exposições na Polónia, Suécia, Irão, Moçambique e Estados Unidos da América.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho