Correio do Minho

Braga,

- +
Lei do mais forte imperou em Setúbal
Estudantes de medicina visitam idosos em aldeias de Ponte da Barca

Lei do mais forte imperou em Setúbal

Ponte de Lima: Explosão na Escola Superior Agrária feriu duas funcionárias da cantina

Lei do mais forte imperou em Setúbal

Desporto

2021-10-18 às 06h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

FC Vizela confirmou o seu estatuto de primodivisionário ao conquistar um triunfo por 2-0 no mítico Estádio do Bonfim, sobre um Vitória que é histórico, apesar de andar, actualmente, mais afastado do convívio dos ‘grandes’ do futebol português.

Não foram muitas, ontem, as dificuldades que o Futebol Clube de Vizela encontrou em Setúbal, na partida que marcou o arranque da sua participação na edição de 2021/2022 da Taça de Portugal. Perante o histórico Vitória local, os vizelenses conquistaram um triunfo claro, por 2-0, e garantiram o objectivo de se apurarem para mais uma eliminatória daquela que é considerada a prova rainha do futebol nacional português.
Superiores em todos os momentos de jogo desde o apito inicial, os vizelenses chegaram ao intervalo a vencer de forma clara por 2-0, graças aos golos apontados por Alex Méndez e Schettine, marcados aos 27 e 37 minutos, respectivamente.

Apesar de terem tido uma contrariedade logo aos 12 minutos, momento em que Cassiano se lesionou e obrigou o treinador Álvaro Pacheco a substitui-lo por Schettine, os vizelenses não se ressentiram no ataque, sector em que Alex Méndez, com vários remates realizados ao longo do primeiro tempo do encontro, foi o jogador mais perigoso.
E havia mesmo de ser ele a abrir o activo. Depois dos primeiros avisos, o jogador norte-americano marcou mesmo, aos 27 minutos, na sequência de uma jogada rápida na esquerda, acabando por materializar o ascendente claro que a sua equipa teve, no primeiro tempo, frente a um Vitória de Setúbal que nunca teve argumentos para discutir a passagem na eliminatória, apesar de a espaços procurar criar algum perigo para o reduto mais defensivo da turma de Vizela.

Já depois de os presentes no estádio terem aplaudido, aos 29 minutos, o capitão dos sadinos e camisola número 29, José Semedo, que ficou recentemente viúvo, o Vizela ampliou para 2-0, aos 37 minutos, através de Guilherme Schettine, que culminou uma jogada de envolvência da sua equipa.
Apesar de os sadinos terem melhorado na segunda parte e disposto de várias ocasiões para marcar, o emblema da I Liga geriu a vantagem e conseguiu impedir que os anfitriões encurtassem a distância no marcador, sendo que as melhores oportunidades foram protagonizadas por Varela e Daniel Martins, aos 84 e 86 minutos.

Triunfo justo em duelo entre duas equipas que procuraram o ataque

No final do encontro, obviamente que os vizelenses se apresentavam satisfeitos com o resultado garantido, que permite o apuramento para mais uma ronda da Taça de Portugal, objectivo que estava definido, mesmo defrontando uma equipa histórica do futebol nacional, como é o Vitória de Setúbal - apesar de actualmente não andar no convívio dos que disputam a divisão maior do futebol português.
Daí, a satisfação natural de Álvaro Pacheco que, no final do jogo, admitiu que foi uma boa partida de futebol, em que “as duas equipas estiveram sempre à procura do ataque, de criar perigo e chegar ao golo”, considerando, no entanto, que a sua equipa tentou “manter sempre o nosso ADN” e fazer um jogo meritório, que acabasse por permitir alcançar o objectivo. Foi isso mesmo que aconteceu e o treinador considerava “a vitória justa”.
Também no fim do jogo, Alex Méndez, que abriu o activo no marcador, afirmou estar “feliz por marcar e ajudar”, mas salientou que, no entanto, “o mais importante foi mesmo o triunfo, que dá ainda mais confiança” a todo o plantel.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho