Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Junta de S.Vicente aprova residência sénior
Festival Internacional de Órgão com concerto de verão em Famalicão

Junta de S.Vicente aprova residência sénior

Viana do Castelo: Contas de 2020 da Câmara Municipal com resultado líquido positivo de 2,8 milhões de euros

Junta de S.Vicente aprova residência sénior

Braga

2021-05-05 às 16h15

José Paulo Silva José Paulo Silva

Projecto de estrutura residencial privada para idosos na Rua Júlio de Lima tem aprovação da autarquia. A demolição de construções desenhadas pelo arquitecto Moura Coutinho é desvalorizada em nome de uma “nova centralidade”.

A Junta de Freguesia de S.Vicente considera que a construção de uma residência sénior na Rua Júlio de Lima vai requalificar um quarteirão que não passava de um amontoado de detritos e que acarretava problemas de salubridade.

A posição foi tomada ontem pelo executivo autárquico, após um encontro com responsáveis da obra que obrigou à demolição de parte de um conjunto de edifícios desenhado pelo arquitecto Moura Coutinho.

O presidente da Junta de Freguesia, Jorge Pires, declarou que “esta obra para a freguesia de S.?Vicente foi das melhores coisas que surgiram. É mais importante esta obra para S. Vicente do que o Mercado Municipal”, disse, alegando que o que foi demolido “eram ruínas no coração da freguesia de S.Vicente”.

Aos jornalistas, Daniel Pinto, vogal da Junta de Freguesia, deu conta de garantias da empresa construtora de que serão recolados no novo edifício cantarias, armações de ferro e azulejos do anterior edifício, mandado construir pelo benemérito Júlio Lima no início do século XX. “Tudo o que é importante vai ser reposto para ficarem essas memórias”, assegurou.

Ainda segundo Daniel Pinto, “a empresa fez um levantamento vectorial de toda a fachada” com vista à reposição daqueles elementos “com rigor detalhado”.

A Junta de Freguesia de S.Victor informou também que das escavações arqueológicas realizadas no local da obra não resultou “nenhum vestígio de especial interesse”.

Respondendo a alguma contestação decorrente da demolição do edificado da ala nascente da Rua Júlio de Lima, os autarcas de S.Vicente relevam que a obra da residência sénior privada “está a ser seguida pelo arquitecto Nuno Valentim”, com carreira na área da reabilitação, autor do projecto de requalificação do Mercado do Bolhão no Porto.

A nova residência, de 104 quartos, tem conclusão prevista para Julho de 2022 e, segundo os elementos do executivo autárquico de S. Vicente, irá criar “uma nova centralidade na freguesia. “O?projecto da residência sénior mantém a identidade do espaço”, garantiram os autarcas, preocupados com a “contínua degradação” do Palacete Júlio Lima, ali bem perto.

Segundo Domingos Alves, vogal da Junta de Freguesia, a degração do imóvel de finais do século, classificado em 2018 como bem cultural de interesse municipal “é lamentável”, não tendo solução à vista, tendo em conta o processo judicial relativo à sua propriedade que envolve os herdeiros de Júlio Lima.

“Não podemos fazer nada porque é um imóvel particular”, constatou Domingos Alves, destancado a acção da Associação de Amigos do Palacete Júlio de Lima, que “tem lutado justamente para o salvaguardar”.

Em 2015, a ASPA -Associação para a Defesa, Estudo e Divulgação do Património Cultural e Natural apresentou um requerimento para a classificação de âmbito nacional do imóvel que se encontra devoluto há vários anos.

O palacete foi residência de Júlio de Lima, fundador da fábrica ‘A Industrial’ e benemérito ligado aos santuários do Bom Jesus do Monte, Sameiro, Santa Marta e Santa Maria Madalena.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho