Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Jogos de tabuleiro ocupam estudantes da Escola Secundária Alberto Sampaio nos intervalos e tempos livres
Eco Festival Terra Mãe em Fafe

Jogos de tabuleiro ocupam estudantes da Escola Secundária Alberto Sampaio nos intervalos e tempos livres

Secretária de Estado da Saúde garante obras nas urgências do Hospital de Guimarães este ano

As Nossas Escolas

2018-04-10 às 06h00

Miguel Viana

Iniciativa da associação 'Cidade Curiosa' teve início na Escola Secundária Alberto Sampaio, com a colocação de um armário com jogos tradicionais na Sala do Aluno. O objectivo é desenvolver competências como o relacionamento interpessoal.

A Escola Secundária Alberto Sampaio (ESAS), dispõe, desde ontem, do primeiro Armário 65?. Trata-se de um móvel que contém vários jogos de tabuleiro que estão à disposição dos alunos daquele estabelecimento de ensino. A ideia partiu da associação Cidade Curiosa.
O objectivo, explicou Alberto Pereira, da Cidade Curiosa, é incentivar os alunos ao desenvolvimento de várias competências. As valências, as capacidades dos jogos de tabuleiro são conhecidas: desde o alimento do grupo, o despertar a curiosidade para montes de temas (História, Ciências, temáticas sociais, etc). O objectivo principal é a introdução da alternativa lúdica dentro do meio escolar, destacou o dirigente associativo.
Alberto Pereira lembrou que o projecto enquadra-se no Orçamento Tu Decides, da Câmara Municipal de Braga, que culminará com o festival chamado Augusta CON (convenção de jogos de tabuleiro internacional), que se vai realizar no Mosteiro de Tibães, nos dias 7, 8 e 9 de Setembro, anunciou o dirigente da Cidade Curiosa.

Alberto Costa disse ainda que o projecto Armário 65 pode estender-se às escolas do concelho e de várias regiões do país. Serão introduzidos armários nas várias escolas, com uma dinâmica de fazer várias actividades. Podemos criar uma liga de jogos de tabuleiro, encontros informais, entre as escolas, explicou Alberto Pereira, adiantando já ter recebido pedidos de escolas de Viana do Castelo e do Algarve.
A sub-directora da Escola Secundária Alberto Sampaio, Maria do Carmo Cunha, considerou o projecto importante para os alunos. Com os jogos da Cidade Curiosa os alunos conseguem aprender e divertirem-se, estando de uma forma lúdica, mas que dá uma forma de pensar estruturada. São uma forma óptima de entretenimento, disse Maria do Carmo Cunha.

Os jogos têm sido do interesse dos estudantes. É um projecto que tem por base boas ideias e que pode trazer vantagens para a comunidade da ESAS, no sentido de unir mais os estudantes. Os intervalos podem ser melhor aproveitados e os alunos podem interagir uns com os outros, disse Ana Rita Peixoto, da Associação de Estudantes da ESAS.
O dirigente da Cidade Curiosa revelou, entretanto, que ja foram feitas até esta data cinco actividades, em que esta sala do Aluno estava completamente cheia de alunos e jogar jogos de tabuleiro, frisou Alberto Pereira.
A vereadora do pelouro da Juventude na Câmara Municipal de Braga, Sameiro Araújo, destacou que o projecto é extremamente interessante, útil e que consegue unir as famílias em torno de algo que é instrutivo, que joga mentalmente com as capacidades das pessoas e desenvolvem essas mesmas capacidades. É um projecto que aproxima as pessoas e não as isola.
A vereadora espera que as escolas aceitem de bom gosto o armário com os jogos de tabuleiro.

Deixa o teu comentário

Últimas As Nossas Escolas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.