Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Isabel Estrada Carvalhais em missão a Luanda
O lugar de Montélios nas origens do culto jacobeu em terras bracarenses

Isabel Estrada Carvalhais em missão a Luanda

Município de Braga duplicou procedimentos de incentivo à reabilitação urbana

Isabel Estrada Carvalhais em missão a Luanda

Cávado

2024-03-13 às 06h00

Redacção Redacção

Visita à capital angolana realizou-se no âmbito da constituição da Assembleia Parlamentar Paritária da Organização de Países de África, Caraíbas, Pacífico e União Europeia (OEACP-UE).

Citação

A deputada ao Parlamento Europeu, eleita nas listas do Partido Socialista, Isabel Estrada Carvalhais, em conjunto com os também eurodeputados Maria Manuel Leitão Marques e Carlos Zorrinho, esteve recentemente em missão à capital angolana, no âmbito da constituição da Assembleia Parlamentar Paritária da Organização de Países de África, Caraíbas, Pacífico e União Europeia (OEACP-UE).
A missão que levou uma extensa delegação europeia a Luanda, teve como primeiro objectivo a constituição formal da Assembleia Parlamentar Paritária OEACP-UE, já no âmbito do Acordo de Samoa.
A primeira Assembleia foi marcada pela ideia de que as parcerias de diálogo e de cooperação entre os Estados membros devem ter as pessoas, as comunidades, os povos, no centro de todos os seus esforços. Um dos temas abordados sob esse espírito construtivo e de abertura à multiplicidade de visões foi a questão das alterações climáticas, que suscita inúmeras preocupações em territórios particularmente sensíveis como as ilhas do Pacífico.
Na intervenção na Assembleia Nacional Angolana, Isabel Carvalhais sublinhou que “as questões em torno de uma agricultura mais resiliente às alterações climáticas e à perda de biodiversidade têm um nexo indissociável com as questões de género”. Eurodeputada recordou ainda que “são sobretudo as mulheres rurais que em países como Angola produzem a comida que chega às mesas dos seus concidadãos”.
“O empoderamento social, técnico, profissional, cultural, educativo das mulheres e das meninas é imperativo. O seu empode- ramento não é uma afronta, mas o caminho pelo qual se enfrenta o futuro”, sublinhou.
Ao encerrar a missão em Luanda, a eurodeputada expressou gratidão pela forma calorosa como toda a comitiva foi recebida, enalteceu a excelente organização dos trabalhos e sublinhou que “a troca de ideias e de experiências durante esta missão foi muito valiosa”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho