Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Isabel Estrada Carvalhais defende apoios à vitivinicultura
Vila Verde: Obras de alargamento da rede em Mós e Gondiães

Isabel Estrada Carvalhais defende apoios à vitivinicultura

Câmara Municipal testa toda a comunidade escolar de Ponte da Barca

Isabel Estrada Carvalhais  defende apoios à vitivinicultura

Nacional

2020-11-29 às 08h03

Redacção Redacção

Eurodeputada minhota defendeu, na Comissão Europeia, a importância dos apoios à vitivinicultura, destacando que o vinho e a vinha são fundamentais para o desenvolvimento rural.

Em sede da Comissão da Agricultura e Desenvolvimento Rural do Parlamento Europeu, a eurodeputada Isabel Estrada Car- valhais defendeu que o apoio vitivinicultura — um sector chave da agricultura portuguesa — “é da mais vital importância”. Sustentou ainda que esse apoio deve respeitar a diversidade das produções, que devem ser direccionadas para uma “maior sustentabilidade ambiental”.
A eurodeputada minhota falava no âmbito da apresentação pela Comissão Europeia de uma avaliação das medidas europeias para o sector.

Isabel Estrada Carvalhais defendeu que “é importante continuar a apoiar a competitividade deste sector”, privilegiando “a qualidade e valorização do produto, sempre promovendo a moderação no seu consumo”.
“O vinho e a vinha são mais que um sector económico, são cultura, história e paisagem, peça indispensável na vivência de tantas e tão diversas zonas rurais europeias”, afirmou na referida Comissão.
Em comunicado, a eurodeputada do Partido Socialista lembra que a vitivinicultura, sendo um dos sectores agrícolas mais fortes a nível europeu, é também um dos mais afectados pela pandemia.

“Este sector tem vindo a aguentar-se com grande dificuldade, muito graças à força e prestígio da sua presença em mercados externos”, referiu, sustentando que “é preciso continuar a apoiar o sector neste momento difícil”, assegurando “a continuidade de medidas excepcionais de combate à crise e a aposta nas actividades de promoção”.
A eurodeputada defendeu ainda a necessidade de “apoios e ferramentas” que “promovam e respeitem” a diversidade das produções e as direccionem num sentido de maior sustentabilidade ambiental.
“Não nos esqueçamos do riquíssimo património genético das nossas castas, onde poderão estar escondidas ainda chaves para a resistência a doenças e às alterações climáticas”, acrescentou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho